O governo dinamarquês anunciou que as crianças até aos 11 anos de idade podem voltar às instituições infantis e à escola. No entanto, com as medidas de distanciamento social as escolas deixaram de poder acolher todas as crianças, um problema que a capital dinamarquesa resolveu transformando as atrações turísticas da cidade em espaços para a aprendizagem dos mais novos.

Pontos turísticos de Copenhaga, incluindo o parque de diversões  Jardins de Tivoli , o Jardim Zoológico de Copenhaga , o Museu Nacional da Dinamarca e até o estádio de futebol do FC Copenhaga, passaram a ser usados como escolas temporárias e creches para crianças entre os três e os seis anos. As atividades serão realizadas ao ar-livre, sempre que possível, e foram implementados procedimentos adequados de higienização e limpeza.

Além de ser uma solução necessária, espera-se que esta medida possa alegrar as crianças durante a pandemia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.