Que Portugal tem bons vinhos não é novidade para ninguém. E se, para os portugueses, optar por castas nacionais pode já ser um hábito, também há cada vez mais estrangeiros a escolherem o país para umas férias bem regadas.

Segundo um estudo da Bounce, Portugal ocupa a segunda posição entre os 10 melhores países do mundo para apreciadores de vinho visitarem nas férias. O estudo analisou fatores como o consumo e a produção de vinho, o número de vinhas e visitas guiadas de vinho e o custo médio de uma garrafa.

Itália ocupa o primeiro lugar do ranking e, depois das terras lusas, estão Espanha, França, Nova Zelândia, Grécia, Chile, Argentina, Austrália e a Hungria a completar a lista dos 10 melhores.

Itália é o maior produtor mundial, com 82 milhões de hectolitros por 100.000 pessoas e com cerca de 400 variedades de vinhas nativas no país. Portugal conta com o maior número de visitas de enoturismo, além de ser o maior consumidor, com 47 milhões de hectolitros por 100.000 habitantes.

Já Espanha tem a maior área de vinhedos, abrangendo cerca de 968,4 mil hectares.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.