Após três anos do lançamento do concurso internacional "Gelato World Tour", foi finalmente encontrado o melhor gelado do mundo.

A final decorreu em Rimini, Itália, a 10 de setembro, onde estiveram presentes 36 finalistas, oriundos de 19 países. E o grande vencedor foi Alessandro Crispini da "Gelateria Crispini" em Spoleto, Perugia.

O gelado intitulado simplesmente "Pistacchio", resulta de uma fusão entre três diferentes tipos de pistachios, juntamente com açúcar, baunilha de Madagáscar, natas, açúcar caramelizado e sal de Cervia.

O melhor gelado do mundo está na Itália
créditos: "Gelato World Tour"

A chuva que se fez sentir no dia da final não interrompeu a competição mais doce do mundo, dedicado ao gelato artesanal. Foi montado um laboratório onde foram produzidos 2.500 kg de gelado fresco em três dias para 50 mil visitantes registados.

O vencedor foi escolhido após reunidos os votos dos vários elementos do júri (especialistas em gelados, Chefs e jornalistas), que viajaram ao longo de três anos por diversos países, e dos visitantes presentes na final, e que tiveram a oportunidade de provar os diferentes gelados a concurso.

O segundo lugar pertence a Guido e Luca De Rocco, pai e filho de origem italiana, mas que residem na Alemanha, com o sabor "Tributo a Veneza", um sorbet de uva com nozes caramelizadas.

Gelato World Tour
Guido e Luca De Rocco créditos: "Gelato World Tour

O terceiro lugar foi conquistado pela colombiana Daniela Lince Ledesma, com “Amor-Acuyà”, um gelado exótico que mistura o sabor doce e amargo do maracujá, natas e 65% de chocolate preto.

Daniela Lince Ledesma créditos: "Gelato World Tour

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.