A Michelin e o TripAdvisor, com sua subsidiária TheFork, assinaram uma parceria de conteúdo e licenciamento para combinar a experiência da seleção gastronómica do Guia Michelin com o poder do grande público de clientes do TripAdvisor e o serviço avançado de reservas do TheFork.

Os 14.000 restaurantes selecionados pelos especialistas do Guia Michelin em todo o mundo serão claramente identificados com as suas classificações – Star, Bib Gourmand e Plate – no site do TripAdvisor e nas aplicações, levando a uma acessibilidade significativamente melhorada da seleção Michelin. Cerca de 4.000 restaurantes em toda a Europa estarão em breve acessíveis e reserváveis no TheFork, e na plataforma digital do Guia Michelin.

Para além disso, a Michelin assinou um acordo para vender a Bookatable ao TheFork. Essa aquisição permite ao TheFork consolidar os seus mercados e expandir para cinco novos países: Reino Unido, Alemanha, Áustria, Finlândia e Noruega. Os 14.000 restaurantes que podem ser reservados no Bookatable juntam-se aos 67.000 que já podem ser reservados no TheFork, criando a maior plataforma de reservas de restaurantes online.

Durante quase 120 anos, o Guia Michelin esforçou-se para fornecer às pessoas as melhores informações, independentes e confiáveis dos restaurantes, ao mesmo tempo que respeitava as regiões e tradições gourmet e promovia o trabalho de Chefs apaixonados para clientes igualmente apaixonados. Devido à natureza objetiva dos critérios usados pelos especialistas da Michelin, o Guia Michelin também ajuda a expandir a influência das tradições gastronómicas do mundo e a aumentar o turismo.

A parceria entre o Guia Michelin, o TripAdvisor e o TheFork aumentará significativamente a visibilidade dos chefs e restaurantes do guia Michelin e aumentará as reservas, graças ao link para as principais plataformas de reservas online do mundo.

De acordo com um estudo recente realizado pela Strategy&, um membro da PwC network, as empresas juntas influenciaram quase US$8 mil milhões em receita em 2018 em seis mercados estudados (França, Itália, Holanda, Espanha, Estados Unidos e Reino Unido), o que isso representa mais de 320 milhões de refeições adicionais em restaurantes.

Fonte: Hill+Knowlton Strategies 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.