Foram dois dias intensos que nos deixaram com uma enorme vontade de voltar, ficou muita coisa por ver e adorámos tudo o que visitámos! Tivemos como base o fantástico Eva Senses Hotel, confortável, central e inovador, até por aqui Faro está diferente para melhor, excelente oferta de hotelaria.

Chegámos numa sexta-feira à noite, por sinal “uma noite de Algarve”, bem quente e sem vento, após nos instalarmos no hotel, caminhámos um pouco e  jantámos na Ostraria LODO, um restaurante cuja missão é servir o marisco fresco da Ria Formosa a todos os clientes que o visitam, poderia ter começado melhor, não nos parece.

Dia 1 - Faro

Saímos do Eva Senses Hotel pelas 09h30 tendo como destino o posto de turismo de Faro, era por ali que nos aguardava o Sr. Ernesto Cabrita da LOOK AL, o guia mais algarvio do Algarve, foi com ele que descobrimos a Vila Adentro.

Vila Adentro é a zona da cidade velha de Faro, é núcleo habitacional mais antigo, ergue-se no mesmo local da antiga Ossónoba romana, mais tarde renomeada Harum pelos muçulmanos. Foi já durante a ocupação islâmica que foram edificadas as muralhas da Cidade Velha de Faro, uma das suas imagens de marca.

Percorremos as suas ruas carregadas de história e estórias sempre apresentadas de forma original pelo Sr. Ernesto. Começámos no Arco da Vila, visitámos o Museu Municipal de Faro, Sé de Faro entre muitos outros pontos de interesse. Vila Adentro fervilha de vida e cultura, e é também por ali que encontramos alguns dos restaurantes e lojas mais originais, que merecem certamente uma visita.

O tempo corre, rapidamente chegou a hora de almoço, Adão Bar foi o local escolhido, integra o Eva Senses Hotel. O Adão Bar oferece um conceito inovador, comida saudável de fusão, inspirada nos sabores havaianos e da Ria Formosa e onde as estrelas são os seus fantásticos Pokés.

Mas afinal o que são Poké Bowls? A designação de Poké vem do havaiano - para "fatiar" ou "cortar" transversalmente em pedaços – logo é uma espécie de sushi desconstruído e mais saudável, como o nome indica é originário do Havai. Também na gastronomia Faro está diferente.

O almoço estava ótimo, mas era tempo de apanhar o barco para a Praia de Faro, a viagem é só por si um fabuloso programa. A Ria Formosa oferece um cenário único em beleza natural, onde nem as cegonhas e os flamingos faltaram à chamada.

Na Praia de Faro, visitámos o Centro Náutico da Praia de Faro, o espaço é gerido pelo município e visa a aprendizagem das modalidades de canoagem, vela, windsurf e stand up paddle.

A aula de Canoagem foi perfeita, era difícil ser de outra forma com aquele cenário, mas este é um local a que temos de voltar muitas vezes, se visitarem a Praia da Faro não deixem de ir ao Centro Náutico onde até os preços surpreendem… são realmente de serviço público. Voltámos à cidade, mas com a Ria Formosa no coração.

Tempo para descansar, mas também para caminhar pelo centro da cidade, entre praças, esplanadas, comércio local e património cultural.

O jantar foi no Eva Senses Market, e podíamos ficar por aqui de tão bom que foi. O Eva Senses Market é o novo espaço moderno e trendy da cidade de Faro que recria o ambiente de um mercado gourmet, incluindo a “Mercearia” cujo ambiente é o de uma antiga mercearia onde os produtos com “identidade nacional e regional” têm um papel de destaque.

O conceito do Eva Senses Market é fundamentalmente um espaço de convívio e de partilha, e foi esse mesmo o mote, partilha, petiscos e pratos tradicionais, com requinte e mestria, que maravilha, o Algarve à mesa.

Dia 2 - Faro

Nenhuma visita a Faro fica completa sem uma escapada até uma das ilhas, nós fomos conhecer a Ilha Deserta.

A Ilha Deserta é uma das cinco ilhas-barreira do Parque Natural da Ria Formosa. Uma pergunta comum é se a ilha se chama Barreta ou Deserta. Barreta é o nome geográfico da ilha, e o nome Deserta apareceu entre os pescadores, pelo facto desta não ser povoada. A forma da Deserta parece uma seta a apontar para o sul, entre o Oceano Atlântico e a Ria Formosa.

A Animaris é a empresa que gere o transporte de/para a Ilha, quer via ferry ou lancha rápida. a Na ilha usufruímos de concessão de praia, com serviços de apoio como colmos e espreguiçadeiras, e uma equipa de nadadores-salvadores, presente durante a época balnear.

Até à hora de almoço aproveitámos para matar saudades da praia e das caminhadas, mas o Restaurante Estaminé esperava-nos. O Restaurante Estaminé, único na ilha, é um dos segredos mais bem guardados do Algarve, oferece uma coleção de sabores, aromas e texturas que têm como base os recursos que o mar e a Ria Formosa proporcionam.

Porque a partilha é um elemento importante, é esta a forma de apresentação de todas as especialidades, de modo a fomentar a conversa e o convívio à mesa. Tudo o que vem à mesa é único, apresenta uma qualidade, personalização e requinte que nos deixou completamente arrebatados.

Visto de cima o Estaminé parece um caranguejo, é também um exemplo de sustentabilidade e preservação do meio ambiente, para produzir energia, investiu numa central fotovoltaica que cobre as necessidades na sua totalidade e a água é captada diretamente do mar, dessalinizada e mineralizada pronta para servir à mesa em colaboração com o projeto NIR.

A Fundação NIR tem como objetivos, providenciar o acesso a água potável a todas as crianças e garantir também o seu aceso à educação, podem saber mais sobre o projeto e como ajudar AQUI

Voltámos à cidade de Faro, com a certeza que vamos voltar à Ilha Deserta, que grande surpresa, pensamos que conhecemos muito do nosso país, mas não para de nos surpreender.

Final de tarde e tempo de voltar a Lisboa, com a certeza que Faro fará parte de muitas visitas ao Algarve, ficou tanto por ver e viver, e vocês, há quanto tempo não visitam Faro?

Sigam as nossas aventuras no Instagram Viagensa4 e em Viagensa4.com

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.