O projeto foi desenvolvido pelo município de Cantanhede no âmbito de uma "ação de estruturação de produto turístico promovida pela Comunidade Intermunicipal Região de Coimbra", tendo em vista a Valorização dos Corredores de Património Natural da Região de Coimbra.

A Rota do Calcário "tem como referência o contributo que a exploração da pedra calcária teve na economia local e na moldura da paisagem rural das freguesias de Ançã e Portunhos/Outil", esclarece o município presidido por Helena Teodósio.

"A criação da Rota do Calcário teve origem num trabalho realizado pelo professor João Lucas, no âmbito de um estágio no Museu da Pedra, trabalho esse que foi aproveitado na conceção do projeto entretanto homologado como um dos percursos pedestres de real importância para a promoção do concelho e da região", refere a autarquia.

Cantanhede iniciou o processo de homologação da Rota em fevereiro de 2018, tendo realizadas desde essa altura várias ações, entre as quais a elaboração de conteúdos informativos sobre os pontos de interesse de fauna e flora, bem como os recursos turísticos das freguesias por onde se estende a rota.

Em janeiro deste ano, o município validou os conteúdos informativos e promocionais, após o que a Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal emitiu a homologação oficial atribuindo-lhe a matrícula PR 3 CNT - Rota do Calcário.

Para além desta, Cantanhede obteve também a homologação da Rota da Vinha, inaugurada em data a agendar, cujo itinerário passa pelas freguesias de Cordinhã e Ourentã, estando em estudo a criação de outras.

O município de Cantanhede, a Junta de Freguesia de Ançã e a União de Freguesias de Portunhos e Outil, em cujos territórios se estende o trajeto de 9,7 quilómetros, assinalam a inauguração da Rota do Calcário com a realização de uma caminhada de participação livre, na qual vão estar igualmente envolvidos os inscritos no percurso pedestre organizado pela Associação do Grupo de Bombos 'Só Pedra', de Portunhos.

A concentração será feita Terreiro do Paço, em Ançã, pelas 09:15 de domingo, estando o regresso ao ponto de partida marcado para as 10:30.

"Segue-se um convívio com degustação de bolo de Ançã e espumante, a que não faltará também animação apropriada para assinalar a abertura oficial de um itinerário concebido para fomentar a descoberta do património, dos recursos naturais e da biodiversidade das freguesias de Ançã e de Portunhos/Outil", refere a autarquia gandaresa.

Fonte: Lusa

Foto: Rota da Bairrada

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.