“Festival de Arte Urbana traz ao Bairro da Torre oito artistas de ‘street art’, nacionais e internacionais, para realização de oito intervenções em empenas do bairro durante oito dias”, refere a associação Somos Torre, que promove a iniciativa, num comunicado hoje divulgado.

Os artistas portugueses Mário Belém, Samina, Tamara, Skran, KAS e Coletivo Rua (constituído por Alma, Unmade, Draw, Fedor, Mash, Oker e Third), o australiano Jimmy C e a dupla de holandeses Telmo & Miel foram os escolhidos para aumentar “a galeria ao ar livre para 21 obras de ‘street art’”.

O festival começa no sábado, podendo “ser visitado por todos ao longo da semana”, e termina a 09 de junho, “com muita música e animação proporcionada por uma comunidade em festa, a partir das 17:00”.

Desde 2016 – ano em que acolheu a 3.ª edição do Muraliza – Festival de Arte Mural - que no Bairro da Torre “as paredes danificadas e com ‘tags’ têm vindo a ser trocadas por obras de arte”. De acordo com a organização do festival, “são já treze os artistas que contribuíram para a requalificação urbana do bairro”.

“Esta transformação, liderada pelos jovens moradores, e com um impacto tão positivo na vida desta comunidade tem permitido abrir o bairro ao mundo, a novos visitantes, numa partilha rica do processo e das suas histórias que ganham forma e cor nas paredes”, refere a Somos Torre, uma associação sem fins lucrativos criada no bairro há menos de um ano.

O festival Infinito, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Cascais, está inserido na programação da Capital Europeia da Juventude - Cascais 2018.

Foto: MURALIZA festival/Miguel Castro Oliveira

Fonte: Lusa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.