Cinco pessoas morreram e várias ficaram feridas num incidente com tiros, na última quinta-feira à noite, em Orinda, numa casa alugada através do serviço online comunitário Airbnb.

Mais de 100 pessoas participaram no evento, anunciado nas redes sociais.

"A partir de hoje, proibimos as "casas de festa" e redobramos os nossos esforços para combater as festas não autorizadas e para nos livrarmos da conduta abusiva de anfitriões e convidados, incluindo a que levou aos terríveis eventos que vimos em Orinda", twitou o cofundador e CEO da Airbnb, Brian Chesky.

Para tal, acrescentou, o Airbnb vai aumentar a "deteção manual de reservas de alto risco identificadas pela nossa tecnologia de deteção de riscos", será também criada uma "equipa dedicada de resposta rápida" e serão tomadas "medidas imediatas" contra aqueles que violarem as políticas de hospedagem.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.