Imagem: Turismo Centro de Portugal

Mata Nacional do Buçaco

A Mata Nacional do Buçaco está inserida na bonita Serra do Buçaco, outrora chamada Serra de Alcoba. A mata foi plantada pela Ordem dos Carmelitas Descalços no início do século XVII. Trata-se da ordem monástica igualmente responsável pela construção do Convento de Santa Cruz do Buçaco.

Atualmente, a mata ocupa 105 hectares e possui cerca de 250 espécies de árvores e arbustos com exemplares notáveis. Um dos ex-libris da mata é o célebre cedro-do-Buçaco (Cupressus lusitanica), dado que foi a primeira espécie exótica introduzida no Buçaco.

Classificado como Monumento Nacional, o conjunto monumental do Buçaco é de uma riqueza patrimonial fora do comum. A biodiversidade que se encontra na Mata Nacional do Buçaco é deslumbrante, e claro, obriga à sua preservação.

Onde se localiza e como chegar

A Mata Nacional do Buçaco localiza-se no extremo noroeste da Serra do Buçaco, no concelho da Mealhada, distrito de Coimbra. É um verdadeiro oásis no centro de Portugal.

Dependendo do seu local de origem, a forma mais fácil de chegar à Mata do Buçaco é seguir pelo IP3 e sair no Luso, continuando pela EN 235.

Horários e preço da visita

Pode visitar a Mata Nacional do Buçaco durante a semana, das 9h às 18h e aos fins de semana e feriados, das 9h às 18h30.

O preço da visita é:

  • a pé – gratuito
  • bicicleta – gratuito
  • veículos de 2 rodas com motor – €2
  • carros ligeiros até 5 lugares – €5
  • veículos ligeiros com mais de 5 lugares – €7
  • autocaravanas – €12
  • veículos pesados de passageiros – 30€

Os preços são por veículo e não por pessoa. Pode consultar os preços atualizados aqui.

O que visitar na Mata do Buçaco

Quando nos aproximamos da Mata do Buçaco, o ruído vai diminuindo e entra-se numa mancha verde, onde a vegetação vai criando túneis naturais. São 105 hectares de vegetação que guardam muitos tesouros e o melhor é mesmo explorá-los com tempo e energia. Vamos a isso?

Mata do Buçaco
créditos: Viver o Mundo

Trilhos da Mata do Buçaco

São quatro no total. Quatro trilhos que pode explorar, livremente, na Mata do Buçaco. São eles: Trilho da Água, Trilho da Via Sacra, Trilho Militar e Trilho da Floresta Relíquia. É por estes trilhos que vai descobrir cada cantinho da mata e encontrar vários locais de sonho.

Trilho da Água

Nos 105 hectares da mata, a água é um elemento sempre presente (é desta serra que nasce a famosa água de Luso). O Trilho da Água é talvez o mais procurado, uma vez que passa pela fonte mais célebre de todas: a Fonte Fria.

Fonte Fria
Fonte Fria créditos: Viver o Mundo

A Fonte Fria é um dos lugares mais encantadores da mata, pois parece ter saído de um conto de fadas. É aqui que se unem as duas linhas de água predominantes da Mata do Buçaco.

Além da Fonte Fria, não deixe de visitar a Fonte do Carregal, a Fonte de Santa Teresa, a Fonte de Santo Elias, a Fonte de S. Silvestre e a Fonte da Samaritana.

Desça a escadaria monumental de 144 degraus e percorra o Vale dos Fetos. O Vale dos Fetos é chamado assim devido à presença das plantas de porte arbóreo presentes ao longo de todo o vale.

Neste trilho há também uma cascata e lagos de visita obrigatória, como o Lago Grande e o Lago Pequeno.

Mata do Buçaco
créditos: Viver o Mundo

Trilho da Via Sacra

Com uma extensão de cerca de 3 km, a Via Sacra é composta por várias capelas que representam os Passos da Paixão de Jesus Cristo. A Via Sacra foi construída em 1644, com fortíssimos contornos ideológicos, por iniciativa de Manuel Saldanha, reitor da Universidade de Coimbra.

No total são 20 passos, sendo que damos especial relevância as estações do Pretório e do Calvário que remata o percurso da Via Sacra.

Mata do Buçaco
créditos: Viver o Mundo

Trilho Militar

A Batalha do Buçaco, integrada na última das três invasões napoleónicas a Portugal, pôs em confronto os exércitos francês e anglo-luso. Foi uma batalha sangrenta que retardou a chegada do exército francês a Lisboa garantindo, assim, mais tempo no reforço das linhas defensivas de Torres Vedras.

Toda esta história é retratada no trilho militar, que tem início no Convento de Santa Cruz. A sua construção inicia-se em 1628, quando o bispo de Coimbra D. João Manuel doa aos carmelitas da província portuguesa a mata do Buçaco para a construção do convento e retiro dos religiosos da Ordem.

Trilho Militar
Trilho Militar créditos: Viver o Mundo

O Convento seria então o palco de uma experiência profunda de contemplação e oração. A entrada no Convento de Santa Cruz é gratuita para crianças até aos 12 anos, sendo que para maiores de 13 anos tem um custo de 2€/pessoa.

Outros pontos de interesse do trilho são o Obelisco e o Museu Militar, que conta com uma coleção de armas, uniformes e outros objetos que fizeram parte da batalha.

Miradouros

A Mata do Buçaco tem a característica de ter em si quatro miradouros que lhe permitem ver de uma perspetiva espetacular toda a sua extensão e arredores. Valem muito a pena!

Palace Hotel

Sabia que pode dormir na Mata do Buçaco? Sim, é verdade. Ficar alojado no Palace Hotel Bussaco é uma excelente opção para quem quer viver uma noite como rei/rainha e percorrer com calma os trilhos pedestres da mata.

Palace Hotel
Palace Hotel créditos: Viver o Mundo

O majestoso hotel é um edifício de estilo neomanuelino, decorado com painéis de azulejos, frescos e quadros alusivos à Epopeia dos Descobrimentos portugueses. O edifício e o jardim são lindos – dignos de um conto de fadas!

Loja da Mata e Posto de Informação

No Posto de Informação pode encontrar mapas e toda a documentação útil sobre programas de visitas guiadas e atividades. No mesmo edifício encontramos a Loja Produtos da Mata onde pode adquirir alguns produtos feitos com materiais da mata e da região. Como por exemplo artesanato, mel, licores, bijuteria, vinhos, etc.

Bar/Esplanada da Mata

No bar/esplanada da Mata do Buçaco pode saborear refeições ligeiras, tomar uma bebida ou simplesmente contemplar a natureza. Em família ou com amigos é o local ideal para conversar em sossego.

Artigo originalmente publicado no blogue Viver o Mundo

Encontre no Instagram mais inspiração para as próximas escapadinhas

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.