Depois de uma viagem de carro de 30 minutos desde Ponta Delgada, encontra a freguesia dos Mosteiros, sendo uma das zonas mais recentes de São Miguel. Os Mosteiros resultaram da erupção que deu origem também às Sete Cidades, e, sendo uma fajã, existem na sua costa imensos deltas lávicos resultantes da penetração no mar de escoadas de lava.

São entre esses flancos de lava que encontramos as inúmeras piscinas naturais com a água mais cristalina.

Piscinas naturais dos Mosteiros
créditos: Rui Soares

“Esta água é a mais pura que existe”, diz-me um pescador local ao ver-me chegar e é, sem dúvida, verdade, pois as marés do oceano fazem com que a água se renove quase constantemente.

Imagine-se a estender a sua toalha numa escoada lávica, podendo ser observado a olho nu a lava transformada em rocha quando entrou no mar e tomar banho nas mais puras águas oceânicas.

São sem dúvidas umas das minhas preferidas em todo o arquipélago dos Açores, mas também umas das mais desconhecidas por parte de quem nos visita e até por locais.

Podia colocar os dados do GPS, mas a procura faz parte da viagem, o explorar um local sem pressas. E é isto que quero recomendar a quem me lê.

Ao visitar os Mosteiros, reserve um dia para esta freguesia com uma gastronomia singular (o polvo guisado é uma especialidade local e dos mais saborosos que alguma vez já comi) e a freguesia é conhecida pelo magnífico pôr do sol que a contempla e pela presença permanente dos ilhéus dos Mosteiros no horizonte.

Mosteiros
créditos: Rui Soares

Conselho de um local: não se fiquem pela primeira piscina, explorem ao máximo toda a costa.

Para os fotógrafos, aconselho uma ida nas primeiras horas da manhã para obterem as melhores fotografias ou ao pôr do sol!

Acompanhem as minhas aventuras no Instagram

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.