"Os produtores terão oportunidade de vender as cerejas durante a Festa do Município, de 9 a 13 de junho, onde haverá uma área dedicada a este produto que é já uma referência em termos de qualidade", refere, em comunicado, o presidente da Câmara de Proença-a-Nova, João Lobo.

A organização, a cargo da Câmara de Proença-a-Nova e das juntas de freguesia de Montes da Senhora, Sobreira Formosa e Alvito da Beira, decidiu manter a realização do festival no fim de semana, apesar da ausência do fruto, que não amadureceu na sequência da queda de chuva.

"Lamentavelmente, o tempo não esteve do lado dos produtores este ano, mas o Festival da Cereja é muito mais do que a venda de cereja, pelo que mantemos o convite para que visitem o concelho no próximo fim de semana", sublinha João Lobo.

O autarca adianta que, mesmo sem a presença dos frutos, haverá no certame muitos dos seus derivados, como o licor, doces e filhoses de cereja.

"Estas são apenas algumas das formas em que a cereja estará presente no Festival que, além da vertente de animação, terá venda de artesanato e de outros produtos regionais", disse.

O programa do festival inclui a III Corrida das Cerejas, uma prova de atletismo que compreende atletas de todas as idades e um passeio pedestre.

Vão também atuar durante os dois dias do evento cinco ranchos folclóricos oriundos de vários pontos do país.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.