Há muito para ver na Malásia, mas estes nove lugares são os mais especiais para mim.

1. PARQUE NACIONAL DE GUNUNG MULU

Património Mundial da UNESCO, este parque é um dos destinos naturais mais majestosos e emocionantes do mundo.

Poucos parques nacionais possuem tantas maravilhas numa área tão pequena. Aqui encontramos uma floresta tropical secular, cavernas enormes e fenómenos geológicos como os extraordinários Pináculos - um conjunto de estruturas de calcário, pontiagudas e com aspeto afiado.

Pináculos
créditos: DR

Entre os destaques do parque estão os seus dois picos mais altos: Gunung Mulu e Gunung Api. No meio, há montanhas, desfiladeiros profundos com rios cristalinos e uma variedade de habitats que servem de casa a animais selvagens fascinantes e incrivelmente diversos.

As mais famosas atrações para quem gosta de fazer caminhadas são os Pináculos e a Trilha dos Caçadores de Cabeças - um antigo caminho de guerra tribal que vai até Limbang.

2. LANGKAWI

Langkawi é um arquipélago composto por 99 ilhas na costa oeste da Malásia. Com praias de areia branca e águas azul-turquesa, Langkawi é conhecido por ser excelente para a prática de mergulho. O interior da ilha principal é igualmente interessante com cenários que vão de pitorescos arrozais a colinas cobertas de vegetação selvagem.

Langkawi
créditos: DR

As principais atrações de Langkawi aproveitam ao máximo as paisagens naturais, mas a ilha abriga também atrações históricas e uma vida noturna empolgante.

As praias imaculadas de Langkawi - nomeadamente Datai Bay, Pantai Cenang e Tanjung Rhu - são consideradas, por muitos, como algumas das melhores do mundo e o Parque Marinho Pulau Payar é um local popular para os entusiastas do mergulho e do snorkel. Este parque é composto por quatro ilhas, a maior das quais é Pulau Payar, e três ilhas menores (Pulau Kaca, Pulau Lembu e Pulau Segantang). Nenhuma das ilhas é habitada.

3. KUALA SELANGOR

Esta tranquila cidade fica a menos de uma hora de carro de Kuala Lumpur e a sua principal atração é o Firefly Park Resort, que abriga uma das maiores colónias de pirilampos do mundo.

Firefly Park Resort
créditos: DR

Quando o crepúsculo se aproxima, é possível apanhar um barco para os manguezais para testemunhar a maravilhosa sinfonia visual que resulta de milhões de pirilampos a iluminarem-se, muitas vezes de forma sincronizada, em redor das árvores — é um espetáculo mágico!

4. CAMERON HIGHLANDS

Nestas belas montanhas, cobertas de verde, podemos apreciar plantações de chá e colher morangos frescos nas quintas de fruta locais.

Cameron Highlands
créditos: DR

Quando a noite cai, podemos deliciar-nos com comida de rua e fazer compras no Pasar Malam ("mercado noturno" em malaio) na cidade de Brinchang que fica na região.

5. BANJARAN HOT SPRINGS

Localizado entre colinas de calcário com milhões de anos, o Banjaran Hot Springs Retreat é um refúgio de bem-estar, luxuoso e revigorante, cheio de cascatas, nascentes de água quente e florestas tropicais.

Banjaran Hot Springs
créditos: DR

Dentro do resort há também uma caverna usada para curas metafísicas, um spa e um centro de bem-estar.

6. IPOH

Esta cidade está repleta de cultura e cada esquina tem lojas e restaurantes tradicionais. Ipoh é conhecida em toda a parte pela sua comida, mas há muito mais para fazer aqui. Para conhecer melhor o passado desta cidade antiga e carismática o ideal é visitar os seus templos e museus e apreciar os edifícios que mantém a arquiteturas colonial britânica intacta.

Entre as atrações a não perder estão a antiga estação de comboios - um lugar histórico da arquitetura mourisca, conhecido como o Taj Mahal da Malásia e o Café Branco da Cidade Velha, um lugar perfeito para almoçar.

Ipoh
créditos: DR

Dê também um passeio até Kuala Kangsar, a cidade real de Perak e veja a majestosa Mesquita de Ubudiah, construída em 1917 e considerada por muitos a mesquita mais bonita do país.

Se tem filhos, não perca o parque temático aquático “Mundo Perdido de Tambun”, eles vão adorar!

7. BUKIT TINGGI

Se quiser fugir um pouco do calor visite Bukit Tinggi. Esta pequena cidade, que lembra mais a Europa do que a Malásia, fica numa floresta natural a cerca de 800 metros acima do nível do mar e tem uma brisa refrescante e agradável o ano todo.

Bukit Tinggi
créditos: DR

8. KOTA KINABALU

Kota Kinabalu é a encantadora capital de Sabah, que faz parte do leste da Malásia. Diferente da Malásia Peninsular, que abriga a moderna Kuala Lumpur, o leste da Malásia apresenta um lado mais rural, com selvas luxuriantes e picos altíssimos.

A principal jóia da coroa de Sabah é o Monte Kinabalu - a montanha mais alta do Sudeste Asiático - que fica do lado de fora da capital, e é um dos principais motivos pelos quais as pessoas viajam até esta região.

Kota Kinabalu
créditos: DR

Mas há uma quantidade enorme de coisas para fazer na própria cidade. Alguns dos destaques incluem os mercados de artesanato; excelentes restaurantes especializados em frutos do mar; belos miradouros e museus.

Quem se aventurar a ir para fora da cidade, pode esperar viagens panorâmicas de comboio, fontes termais e passeios de barco no rio.

Em resumo, quer escolha ficar no centro da cidade ou decida explorar mais longe, há muito para se manter ocupado.

9. MALACA

Não podia deixar de mencionar Malaca, o estado histórico da Malásia, pela sua rica história e ligação a Portugal.

Malaca foi colonizada pelos portugueses, mas também pelos holandeses e pelos ingleses, e, como tal, aqui encontramos influências de todas essas antigas potências coloniais. O passado reflete-se na arquitetura, na gastronomia local e até no idioma.

Malaca
créditos: DR

A cidade também possui uma grande comunidade chinesa conhecida como Peranakan, que levou ao surgimento da cultura Nonya (uma mistura de influências malaias e chinesas) e gerou uma culinária completamente única.

Há um grande número de museus e outras atrações culturais em Malaca. Os fãs de História vão adorar! Grande parte da cidade permaneceu inalterada por séculos e ainda hoje é possível encontrar fortes, igrejas e edifícios com as suas fachadas tradicionais, introduzidas durante o período colonial.

Em suma, Malaca oferece uma visão fascinante da história da Malásia e é o local ideal para quem procura explorar um lado diferente do país, longe de grandes cidades como Kuala Lumpur.

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook

Artigo originalmente publicado no blogue The Travellight World

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.