Aproveite os voos da TAP e vá com a família, só com a sua cara-metade ou sozinho, conhecer Roma e deixe-se conquistar pela famosa cidade eterna!

Para além das atrações incontornáveis como o Coliseu, o Fórum Romano, a Fontana de Trevi e o Museu Capitolino, veja aqui tudo o que não pode perder durante umas férias em Roma:

IR A ROMA E VER O PAPA

A Páscoa é um tempo muito especial em Roma e no Vaticano. Realizam-se nesta época cerimónias importantes como a Via Sacra conduzida pelo Papa, na Sexta-Feira Santa, no interior do Coliseu e a Missa da Páscoa realizada no Domingo na Praça de São Pedro.

Os bilhetes para assistir a estas cerimónias são gratuitos, mas devem ser solicitados com antecedência porque são difíceis de obter.
Os eventos mais importantes têm lugar na Quarta-feira de Cinzas — missa do Papa na Basílica de São Pedro; no Domingo de Ramos — Bênção das Palmas das Mãos, Procissão e Santa Missa, realizada uma semana antes da Páscoa na Praça de São Pedro; Quinta-feira Santa — Missa do Crisma na Basílica de São Pedro; Sexta-Feira Santa — Celebração da Paixão do Senhor, na Basílica de São Pedro e Via Sacra no Coliseu; Sábado — Missa da Vigília Pascal, realizada na Basílica de São Pedro; Domingo de Páscoa — Missa na Praça de São Pedro e Bênção “Urbi et Orbi”.

vaticano
créditos: The Travellight World

OVOS DA PÁSCOA, COLOMBA, GELATTO E OUTRAS DELÍCIAS

Durante a Páscoa não faltam delicias para provar em Roma, como mimosos ovos da Páscoa de chocolate — que encontramos em lojas e pastelarias por toda a cidade; Colomba — um delicioso bolo em forma de cruz, semelhante ao panetone de Natal, que se vende na maioria dos mercados romanos, e deliciosos Pizzarrelle — bolinhos de massapão embebidos em mel, que podem ser encontrados em várias padarias e lojas nos bairros judeus de Roma, a uma curta distância da Piazza Venezia, atrás do Teatro Marcello.

páscoa em roma
créditos: The Travellight World

Mas os doces não são os únicos reis das mesas romanas. Os italianos apreciam as frutas e verduras da época e na primavera, as alcachofras merecem destaque. Experimente alcachofras judaicas fritas (alla Carciofi giudia) servidas em restaurantes locais no Bairro Judeu ou alcachofras romanas (carciofi alla romana), uma entrada muito popular servida em muitos restaurantes. São fervidas com azeite, ervas verdes e alho.

Outras especialidades romanas, populares na primavera são: puntarelle  Uma variante da chicória com um leve sabor amargo que é servida com um molho leve de anchova, alho, vinagre e sal; e fave e pecorino — favas tenras servidas com queijo pecorino envelhecido (queijo feito de leite de ovelha).

Não esqueça também de provar gelatto. Procure aquele que é “artigianale” (gelato artesanal) que usa ingredientes frescos e da estação. Dois belos lugares para experimentar gelatto artigianale são a Cremeria Monteforte (ao lado do Panteão do outro lado da praça de táxis) e a Gelataria Old Bridge (em Trastevere na Via della Scala).

FLORES, FLORES E… MAIS FLORES

A muito antecipada Mostra delle Azalee transforma os degraus da Piazza di Spagna (ou Scalinata di Trinità dei Monti) numa explosão de cores, quando — no final de abril ou início de maio — milhares de vasos com azáleas vermelhas e rosas são colocados na escadaria deste famoso marco. As datas variam de ano para ano, dependendo do tempo e da altura em que as azáleas florescem.

roma
créditos: The Travellight World

Em meados de abril florescem também as glicínias cor de lavanda, em cachos perfumados, que decoram a Via Margutta (perto das escadas da Piazza di Spagna); a área junto do Monumento Vittorio Emanuele; a Piazza Venezia; o Fórum Romano e muitos outros lugares de Roma.

Já as flores de laranjeira com a sua fragrância convidativa aparecem no Jardim Laranja (Giardino degli Aranci) no Monte Aventino — um maravilhoso parque para visitar na primavera. A vista panorâmica de Roma a partir do terraço deste parque vale, por si só, uma visita.

Perto dali fica o “buraco da fechadura” dos Cavaleiros de Malta, um dos pontos turísticos mais intrigantes da cidade. Com a sua vista perfeitamente enquadrada da Basílica de São Pedro, tornou-se uma paragem obrigatória para viajantes que procuram atrações alternativas na cidade.

O "buraco da fechadura" faz parte da propriedade do Priorado dos Cavaleiros de Malta que se encontra na piazza Cavalieri di Malta e os jardins só podem ser visitados com marcação.

roma
créditos: The Travellight World

Outro dos segredos mais bem guardados da primavera em Roma é o Jardim das Rosas (Roseto Comunale), também localizado no sopé do Monte Aventino, em frente ao Circus Maximus.

Durante os meses quentes de primavera, entre o final de abril e meados de junho, uma profusão de 1.100 variedades de rosas, com várias cores e fragrâncias, floresce, transformando este num dos mais românticos e tranquilos parques da cidade.

O Jardim das Rosas está geralmente aberto entre 21 de abril e 19 de junho das 8h30 às 19h30, tendo entrada gratuita.

Também por um curto período — de meados de março até a primeira semana de abril (dependendo do clima) — pode-se apreciar o desabrochar da sakura, as cerejeiras japonesas que florescem ao longo do lago no Bairro EUR de Roma. As flores de cerejeira que pontilham o lago artificial são uma homenagem à tradição japonesa de Hanami, o festival que celebra a chegada da primavera.

ANIVERSÁRIO DE ROMA (Natal di Roma)

De acordo com a tradição antiga, Roma foi fundada a 21 de abril de 753 a.C. por Rómulo, e se todos têm direito de celebrar o seu aniversário, porque não Roma?

No domingo mais próximo da data 21 de abril, centenas de pessoas (muitos de toda a Europa) desfilam em trajes históricos que representam as várias eras da Roma Antiga, incluindo a época dos Etruscos, a civilização pré-romana da Itália Central que Roma conquistou e integrou. O desfile histórico acontece entre as 10h e as 16h.

Espetáculos de luzes e fogo de artifício, que variam de ano para ano, bem como eventos históricos e encenações realizadas no Circus Maximus fazem deste evento muito esperado, que lembra moradores e visitantes os fortes laços de Roma com o seu passado distante.

FESTIVAL DE ARTE

Durante a primavera, uma organização de artistas profissionais chamada “100 Pintores da Via Margutta” monta uma galeria ao ar livre ao longo desta estreita rua — um famoso oásis artístico que desde meados de 1800 reúne uma série de artistas e galerias de arte.

Cerca de 100 artistas exibem as suas obras de arte que os visitantes podem admirar e comprar. As datas do festival variam entre o final de março e maio.

A Via Margutta é também um dos locais onde o clássico filme “Férias em Roma", protagonizado por Audrey Hepburn e Gregory Peck, foi rodado. O conhecido cineasta italiano Federico Fellini também viveu na Via Margutta e frequentava um bar e restaurante nas redondezas que ainda hoje pode ser visitado — o Bar Restaurante Canova, na Piazza del Popolo.

roma
créditos: The Travellight World
Roma desde 43€