“Viajar de forma ecológica” pode parecer uma contradição — afinal só quando estamos parados é que conseguimos reduzir a nossa pegada de carbono ao mínimo. Contudo, é inegável que viajar representa um dos grandes prazeres da vida e é uma atividade que permite o contacto com outras realidades e culturas. E tal pode ser extremamente positivo.
Importa, então, encontrar soluções que possibilitem a diminuição do impacto das viagens no ambiente.

Um passo simples pode ser escolher um destino de férias eco-friendly, como a cidade de Genebra, que encara a defesa do ambiente como uma prioridade.

Genebra é considerada uma das cidades mais ecológicas da Europa e está muito à frente do resto do mundo no que toca a assuntos relacionados com a sustentabilidade.

Atualmente está determinada a ser, até ao ano de 2050, uma cidade 100% renovável e nesse sentido segue uma política que promove a gestão racional de eletricidade, água, iluminação pública, mobilidade e clima.

Se quer visitar Genebra aproveite os voos da TAP e marque já as suas férias!

Veja aqui algumas das atrações a não perder nesta bonita cidade e nos seus arredores, durante o verão.

PASSEIO PANORÂMICO PELO LAGO

Dê um passeio de barco pelo Lago de Genebra e aprecie as vistas magníficas para as montanhas e para as suas encostas verdejantes. Os barcos param em várias vilas e pequenas cidades com ruas pitorescas e um ambiente romântico.

É possível sair do barco em qualquer destes locais para passear e depois voltar noutro barco ou de comboio.

genebra
créditos: PxHere

PARQUE NATURAL REGIONAL GRUYÈRE PAYS-D'ENHAUT

O parque está localizado nos cantões de Friburgo e Vaud, entre as margens do Lago de Genebra, La Gruyère e Pays- d'Enhaut e é o berço da produção de queijos alpinos ricos em tradição, como Gruyère, L'Etivaz e o famoso Vacherin de Fribourg.

Reservas naturais importantes, como o vale de L'Etivaz ou Pierreuse, compõem o coração do parque natural e são destinos populares de excursão para os visitantes que gostam de observar a natureza mais de perto.

genebra
créditos: PxHere

JARDIM BOTÂNICO DE GENEBRA

O Jardim Botânico de Genebra abriga mais de 16 mil espécies de plantas e muitas outras de aves exóticas.

Localizado nos arredores de Genebra, é simultaneamente um local usado para o estudo da botânica e um popular destino para passear e relaxar. O grande parque com as suas plantas, árvores, flores, estufas e um jardim zoológico está aberto ao público desde 1904.

As espécies de plantas são categorizadas de acordo com o seu habitat nativo e aquelas em exposição incluem plantas protegidas, plantas medicinais, plantas de jardim e flores exóticas.

Já o jardim zoológico abriga espécies ameaçadas, cervos, patos, flamingos, papagaios e periquitos.

CHÂTEAU DE CHILLON

O magnífico Château de Chillon é uma estrutura do século IX, que se ergue diretamente das águas do Lago de Genebra.

O cenário é espetacular e explica porque serviu de inspiração a Lord Byron para escrever “O Prisioneiro de Chillon”. O livro é baseado numa história real e ainda hoje é possível ver o anel na parede da cela onde François de Bonivard esteve preso.

genebra
créditos: The Travellight World

No século XIII, os condes e duques de Sabóia deram ao castelo a sua forma atual, mas as fundações originais e as cavernas subterrâneas, com pilares maciços esculpidos no leito rochoso, ainda existem e podem ser exploradas durante uma visita ao castelo.

DICA: É aconselhável fazer uma visita guiada, porque o complexo inclui mais de 20 edifícios.
Os destaques são a cozinha, a sala de banquetes, os apartamentos do Duque, a sala de Bernese, a Capela de São Jorge e o Grande Salão do Conde com o seu fabuloso teto e arcos góticos.

MONT SALEVE

Localizado na fronteira francesa ao sul de Genebra, o Mont Saleve é ​​uma cordilheira de calcário que oferece vistas deslumbrantes para o lago e para os Alpes. É perfeito para atividades como caminhada e escalada, mas quem preferir pode optar por apanhar o teleférico de Veyrier, na fronteira francesa.

A uma curta distância de Veyrier, nas encostas sul do Petit Salève, fica o resort de verão de Mornex e entre Petit e Grand Salève encontra-se o resort Monnetier, de onde parte um trilho que proporciona vistas magníficas da cadeia montanhosa Mont Blanc, do Lago de Genebra e do Jura.

CHAMONIX E MONT BLANC

A pequena aldeia montanhosa de Chamonix, localizada na fronteira com a França, a 90 minutos de carro de Genebra, fica na base do Mont Blanc, o pico mais alto da Europa Ocidental. Embora o seu principal atrativo seja o acesso aos Alpes, a cidade em si é atraente e charmosa, com ruas cheias de chalés, lojas e cafés onde se pode saborear chocolate quente e admirar a paisagem.

DICA: Vale a pena comprar um bilhete para o comboio que faz a subida até Montenvers e Mer de Glace, ou "mar de gelo", onde se encontram cavernas de gelo e um museu.

VEVEY

Com os seus edifícios medievais e em estilo Belle Époque, Vevey é uma das cidades mais bonitas do Lago Genebra. Alberga o Alimentarium — um museu interativo de história gastronómica — e na sua praça central (às terças e sábados pela manhã) realiza-se um dos maiores mercados da Europa, onde agricultores locais, floristas e artesãos apresentam os seus produtos.

Vevey também é famosa por ter sido a casa de Charlie Chaplin na Suíça e pelos seus belos hotéis, datados do final do século XIX, cuja principal estrela é o Hotel du Lac.

genebra
créditos: PxHere

MONTREUX E O CAMINHO DE FERRO ROCHERS-DE-NAYE

Outra bela cidade próxima do lago Genebra é Montreux. Tem bonitos jardins e todos os verões em junho e julho, apresenta o mundialmente famoso Festival de Jazz.

Para vistas do lago e vistas panorâmicas dos Alpes, apanhe o comboio para Glion, nas colinas acima da cidade e depois embarque no caminho de ferro Glion / Rochers de Naye para um agradável passeio até ao topo da montanha.

No verão, visite os vertiginosos jardins alpinos de La Rambertia e no inverno, o centro de esqui.

Genebra desde 38€