Em nota de imprensa enviada à agência Lusa, a UBI especificou que a “Rota CampusLANA” foi desenvolvida pelo Museu de Lanifícios e que é apresentada no dia 18, quando se assinala o Dia do Património Académico Europeu.

“Partindo da Parada (antiga Praça Central da Real Fábrica de Panos), essa rota segue o percurso das faculdades-polos-fábricas da UBI, subindo e descendo encostas, percorrendo caminhos e escadas, para terminar com a descida da reitoria, no convento de Santo António, até à sede do Museu de Lanifícios, na Real Fábrica Veiga”, referiu aquela universidade do distrito de Castelo Branco.

Segundo especificou, o percurso vai dar a conhecer o património cultural incorporado naquela academia, permitindo um conhecimento que vá além da mera contemplação estética, em direção aos aspetos históricos, geográficos, económicos, sociais e arquitetónicos, entre outros.

A UBI lembrou, igualmente, que a Covilhã sempre esteve ligada aos lanifícios, aos ofícios e aos produtos da lã, e que o património da universidade está indissociavelmente ligado a essa história.

“Se algumas das antigas fábricas ainda hoje são visíveis pelas encostas da cidade, seguindo o curso das ribeiras da Goldra e da Carpinteira, outras há que desapareceram ou estão em ruínas e outras ainda que se transformaram. Destas, algumas passaram a albergar faculdades da UBI (Ciências, Artes e Letras, Engenharia, Ciências Sociais e Humanas), residências estudantis (Pedro Alvares Cabral), núcleos museológicos (Reais Fábricas e Râmolas de Sol), a que se junta a reitoria, situada no convento de Santo António, num passado mais remoto ligado aos trabalhos do burel”, fundamentou.

De acordo com a fonte, “são essas estruturas que motivam a Rota CampusLANA que, depois da inauguração simbólica, manter-se-á como uma rota continuada e regular, tendo como destinatários não só os estudantes e os docentes e investigadores da UBI, mas também toda a população”.

A apresentação desta rota está marcada para o dia 18, às 09:30, com início na Parada (antiga Praça Central da Real Fábrica de Panos). A participação é livre, mas requer inscrição até ao dia 16, através de muslan@ubi.pt.

O evento insere-se no Dia do Património Académico Europeu, que tem o objetivo de permitir às Universidades europeias lembrarem e celebrarem o seu património cultural comum, enquanto iniciativa da UNIVERSEUM (European University Heritage Network).

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.