A estrutura icónica da capital francesa vai reabrir a 16 de julho, após o  encerramento mais longo desde a Segunda Guerra Mundial.

A torre foi encerrada durante mais de três meses na primeira onda de COVID na primavera do ano passado e novamente no outono.

Segundo a Agence France-Presse, a torre poderá receber 10.000 turistas por dia, um valor muito inferior aos  25.000 em situações normais.

É esperado um prejuízo de 70 milhões de euros para 2021, após um prejuízo de 52 milhões de euros no ano passado, levando à necessidade de novos financiamentos.

Todos os andares do monumento estarão acessíveis aos visitantes, exceto algumas áreas onde as obras de renovação ainda estão em andamento.

A Torre Eiffel está a passar pela mais extensa reforma da sua história para ter uma melhor aparência para os Jogos Olímpicos de Paris de 2024.

A pintura da torre, no entanto, foi suspensa depois de terem sido encontrados traços de chumbo nas camadas existentes, tornando perigoso continuar.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.