A CP - Comboios de Portugal anunciou que os comboios históricos do Douro e do Vouga vão voltar a circular entre os meses de junho e outubro, mas com uma redução na oferta em relação ao ano anterior.

"A partir de 1 de junho e até 26 de outubro, o Comboio Histórico do Douro, composto por uma locomotiva a vapor e cinco carruagens históricas de madeira datadas do início do século XX, regressa à paisagem singular do Douro Vinhateiro, reconhecido como Património Mundial pela UNESCO, no habitual percurso entre a Régua e o Tua, com paragem na Vila do Pinhão", refere a CP em comunicado.

O comboio a vapor é uma atracção turística do Douro Vinhateiro e tem circulado durante o verão durante os fins de semana e feriados. Este ano, as viagens na linha do Douro vão realizar-se apenas aos sábados e no feriado de 15 de agosto, num total de 23 viagens.

O comboio histórico do Vouga "vai percorrer a Linha do Vouga, entre Aveiro e Macinhata do Vouga, entre os dias 29 de junho e 12 de outubro de 2019", num total de 16 viagens.

A empresa justifica esta redução com a diminuição das viagens programadas para 2019, já que "em 2018 se verificou também uma redução dos níveis de procura destes produtos face ao ano anterior."

A empresa explica ainda que "no Comboio Histórico do Douro viajaram em 2018, 6.190 clientes, quando em 2017 esse numero foi cerca de 10.100 clientes", enquanto no Comboio Histórico do Vouga, os números baixaram de 2 mil clientes, em 2017, para 1630 em 2018.

A CP tinha já anunciado que vão terminar as viagens no Comboio Miradouro devido à falta de rentabilidade do serviço. As viagens de comboio no Douro vão ser asseguradas pelas automotoras espanholas alugadas à Renfe, que dispõem de ar condicionado, mas que não permitem abrir as janelas, como acontecia com o Comboio Miradouro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.