O título, que faz parte de uma iniciativa conjunta da UNESCO e da UIA (União de Arquitetos Internacionais), é atribuído a cada três anos para coincidir com o Congresso Mundial da UIA. O objetivo da iniciativa é preservar o património arquitetónico e criar novas sinergias entre cultura e arquitetura.

Copenhaga venceu a licitação para sediar o Congresso Mundial de Arquitetos de 2023 em 2017, depois de apresentar um tema ambicioso com foco em "Futuros sustentáveis".

Ao sediar o Congresso Mundial de Arquitetos, Copenhaga enfatizará fortemente o papel da arquitetura no planeamento sustentável da cidade e promoverá, discutirá, desenvolverá e exibirá a arquitetura como uma ferramenta crucial para alcançar os "Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU 17" até 2030.

A designação como "Capital Mundial da Arquitetura" irá ajudar a destacar ainda mais estes esforços e dará à cidade a oportunidade de mostrar a sua arquitetura, as soluções de planeamento e os desenvolvimentos sustentáveis para o mundo ao longo do ano.

Já conhecida e reconhecida pela sua arquitetura inovadora, Copenhaga é o lar de algumas das principais empresas de arquitetura do mundo. A cidade também é amplamente elogiada pelas suas muitas iniciativas e projetos urbanos sustentáveis, incluindo o seu objetivo de se tornar neutro em carbono até 2025.

10 exemplos de arquitetura em Copenhaga:

Espera-se que o Congresso Mundial de Arquitetos em 2023 atraia entre 10.000 e 15.000 delegações do mundo inteiro.

Fonte e fotos: wonderfulcopenhagen.com

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.