A restauração e reconversão de Diriyah, uma cidade do século XVIII que outrora serviu como capital e reduto do primeiro Estado saudita, será oficialmente inaugurada num evento especial a 19 de novembro.

Este evento ocorre numa altura em que o país prepara uma série de novos planos para receber visitantes do mundo inteiro, e parte da missão da Arábia Saudita de se posicionar como um ícone cultural internacional.

A celebração inaugurará formalmente o novo projeto conhecido como 'Diriyah Gate', um destino cultural e de lifestyle na Arábia Saudita, com um Património Mundial da UNESCO no seu coração.

Localizada na extremidade noroeste da capital saudita de Riade, Diriyah é antes de tudo um lugar que é profundamente importante para a identidade nacional e família real saudita. Foi em Diriyah que a "Arábia" se tornou "saudita" pela primeira vez com o estabelecimento do imã Muhammed em 1744 e a heróica defesa militar da cidade contra sucessivos invasores. Este evento inaugural tem como objetivo homenagear a história, perseverança e triunfo final do estado saudita, à medida que continua a transformar-se numa grande potência regional e global.

Portão Diriyah
Portão Diriyah créditos: Diriyah Gate Development Authority

Apelando a turistas internacionais e cidadãos locais que procuram experiências autênticas e culturais, o destino celebrará a rica história cultural da Arábia Saudita. Entre as suas muitas ofertas, o Diriyah Gate (com sete quilómetros quadrados de área) apresentará uma coleção diversificada de museus e galerias, além de uma variedade de experiências culturais e educacionais.

Mais de 20 marcas líderes de hospitalidade de luxo, incluindo Aman Resorts, estarão cuidadosamente localizadas em arredores históricos. Com cinco praças icónicas, uma pista de Fórmula E e até uma arena de 15.000 lugares, o Diriyah Gate estará aberto dia e noite e pronto para receber visitantes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.