Que nesta tasca acontecem “coisas boas”, entenda-se sabores reinventados da cozinha tradicional portuguesa e, ao mesmo tempo, amigos da nossa saúde, nós já sabíamos. O que ainda não sabíamos era que o menu da Tasca Fit, restaurante que abriu no final de Março, perto do Arco do Cego, em Lisboa, inclui, a partir de agora, uma opção “do Bem by Catarina Lopes”. A nutricionista, que partilha diariamente com milhares de seguidores nas redes sociais a sua paixão pelos alimentos saudáveis, acaba de criar uma parceria com o espaço.

Catarina conheceu o restaurante assim que abriu e, desde então, tornou-se uma cliente assídua. Tal como André Borralho, o proprietário do restaurante, a nutricionista acredita que comer de forma saudável não implica deixar de comer “com sabor, com cor e diversão”. A partilha de conhecimento entre ambos culminou no lançamento deste novo menu, no dia 1 de Outubro.

Para criar o “Menu do Bem”, Catarina inspirou-se nos seus gostos pessoais e nas viagens que tem feito pelo mundo, mas foi buscar às suas raízes algarvias alguns alimentos, tais como a laranja, a batata doce e a amêndoa. O resultado é completo, em termos nutricionais, intenso, requintado e, simultaneamente, muito simples.

Abacate recheado com húmus e especiarias
Abacate recheado com húmus e especiarias créditos: DR

Quem conhece e acompanha a nutricionista, sobretudo no Instagram, sabe da sua “paixão” por abacates, pelo que a entrada não poderia ser outra. Eis que à mesa chega abacate recheado com húmus e especiarias. Cor não falta a este prato, que parece simples, mas está recheado de sabores surpreendentes e intensos, como a curcuma, paprika, sésamo e sementes de papoila. Para esta entrada, “inspirei-me num restaurante que conheci em Amsterdão, na Holanda, onde todas as receitas têm abacate. Foi um local onde adorei ter estado”, conta a nutricionista.

Nova tasca de Lisboa brinda aos sabores típicos e à saúde
Nova tasca de Lisboa brinda aos sabores típicos e à saúde
Ver artigo

Vamos lá, então, experimentar. Garfada a garfada, os sabores distintos destas especiarias e sementes juntam-se na boca, camada a camada, levando-nos numa longa viagem pelos paladares mais exóticos e quentes.

Crescia a expetativa para o prato principal: salmão com crosta de amêndoa, batata doce roxa e redução de laranja. A apresentação bem cuidada merece uma nota alta, faltava conhecer o sabor. O contraste entre a amêndoa e o peixe não podia ser mais equilibrado. Por outro lado, a acidez da laranja combina perfeitamente com a doçura da batata doce. Além de ser “do bem”, é muito bom. E ainda não chegámos à sobremesa.

“Para terminar a refeição, resolvi criar algo mais leve, já que o salmão e a batata doce são mais pesados”, antecipa Catarina enquanto é servida uma tarte raw (crua) de frutos do bosque com um toque cítrico de limão. E o melhor? Não tem açúcar. Tem tâmaras, frutos secos e frutos vermelhos numa sinfonia de sabor na dose certa para que nenhum deles sobressaia mais do que os outros.

Tarte raw (crua) de frutos do bosque
Tarte crua de frutos do bosque créditos: DR

O “Menu do Bem” custa 25 euros e está disponível ao almoço e ao jantar, até ao final de Outubro. Em Novembro, estão prometidas novas sugestões “do Bem”.

Além desta novidade, toda a carta da Tasca Fit foi renovada para a estação mais fria e há muitos pratos novos, como o lombo de vaca acompanhado por uma floresta de legumes em cama de puré de ervilha.

Por Helena Simão, blogger do Starting Today

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.