Se respondeu sim a todas as perguntas, saiba que é um excelente candidato para a função de consultor de pizza internacional. A má notícia é que não poderá candidatar-se à função em si, contudo, poderá construir de forma independente a sua carreira como tantos outros amantes de pizza.

O que faz um consultor internacional de pizza?

Um Consultor Internacional de Pizza ajuda aspirantes a construirem as suas próprias pizzarias, projeta cozinhas de sonho e seleciona os equipamentos e ferramentas mais adequados para fazer pizzas. Procura aperfeiçoar receitas, treina equipas e desenvolve novas ementas.

Com base na experiência de Anthony Falco, que construiu sozinho a sua carreira como consultor internacional de pizza, o The Culture Trip mostra como pode ser o próximo. Para tal, terá que se dedicar muito e gostar mesmo muito de pizzas.

Anthony Falco construiu a sua carreira sozinho como consultor internacional de pizza graças à sua paixão por pizza e ao seu conhecimento na indústria que muitos poderão invejar.

Após trabalhar 10 anos como chef de pizza na famosa pizzaria Roberta’s em Brooklyn, Nova Iorque, lançou o seu próprio negócio de consultaria de pizza em 2016. Desde então, Anthony Falco viajou por nove países e ajudou donos de restaurantes de diferentes estados americanos a construírem negócios que fazem e vendem pizzas incríveis.

Se quer ser consultor de pizza tem mesmo que adorar pizzas e gostar de viajar, assegura Falco. Também será importante trabalhar com os clientes, pois, no final do dia, são o mais importante.

É fã de pizza? Saiba que pode ser pago para comer pizzas e viajar pelo mundo
créditos: Pixabay

"Se se sentir desafiado e estiver interessado naquilo que faz, é provável que dê tudo de si ao mesmo.", comenta Anthony Falco, citado pela Culture Trip. "Eu não comecei a fazer grandes pizza - passei 10 anos a fazer pizzas apenas porque adorava pizza. Era mágico à medida que aprendia. Quando não estava a fazer pizzas, tentava melhorar e lia sobre o tema. Eu pensava em pizzas no duche. Tentava perceber como outros faziam e como eu podia fazer melhor. Para passarmos demasiado tempo focados em algo, temos que amar e estar apaixonados pela coisa.”

Mas o amor não será suficiente. Será necessário trabalhar muito e conhecer bem o ofício. Esta é uma carreira pouco conhecida, por isso, vai exigir muito de si. Falco, por exemplo, investiu horas  para aprender sozinho Adobe Photoshop e Ilustrator para poder desenhar cozinhas para os seus clientes.

“As coisas são difíceis e, se se quiser destacar, terá que estar disposto a trabalhar mais que a próxima pessoa”, explica Anthony.

Pizza
créditos: Pixabay

Ter contatos também será importante caso queira de facto uma carreira duradoura. De acordo com Falco, "é importante ser conhecido como uma pessoa que se pode confiar, competente e que respeita tanto as pessoas acima de si, como aquelas que estão abaixo." Nunca se esqueça que é o negócio.

Adicionalmente, não tenha receio de se expor. “Não vai querer gabar-se, mas se estiver a trabalhar muito, merece receber o devido crédito pelo seu trabalho”, diz o consultor.

Um feedback positivo de um cliente pode abrir portas para muitos mais e o boca-a-boca fará o seu talento chegar longe, até porque a comunidade de consultoria de pizza é muito pequena.

Se se sente preparado para levar o seu amor pelas fatias com queijo e tomate mais longe, o melhor é começar a tirar notas e colocar a mão na massa antes que a concorrência aumente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.