Já lá vai o tempo em que as pessoas entram em modo offline e vão de férias. Hoje em dia, a maioria dos portugueses não dispensa o smartphone nas férias. Aliás, muitos portugueses apontam o smartphone como o aparelho mais utilizado durante este período.

Esta é uma das conclusões do estudo “Tecnologia sem Férias”, que analisou a forma como a tecnologia influencia as férias dos portugueses, onde 89% dos inquiridos admitiu não dispensar o smartphone. Só 8% da amostra indicou a câmara fotográfica como o aparelho mais utilizado.

Durante as férias, o smartphone é maioritariamente utilizado para ver e tirar fotografias (92%), ver redes sociais (89%) e ver emails (69%). Quando questionados sobre que tipo de conteúdos/aplicações os inquiridos utilizam no seu smartphone durante as férias, “mapas” foi a aplicação mais referida (85%), seguida de guias de viagens (39%) e reserva de hotéis (38%). De salientar que 19% da amostra utilizada neste estudo demonstrou-se já disponível para pagar por estes conteúdos.

O estudo, promovido pela Samsung, para além da relação dos portugueses com a tecnologia durante as férias, procurou ainda perceber de que forma a tecnologia influencia a escolha do destino para os dias mais aguardados do ano. Para além do preço e o do descanso, 56% dos inquiridos admite que a escolha do destino é bastante influenciada por publicações visualizadas em redes sociais, valor mais elevado na faixa etária entre os 19 e 34 anos.

Mas quem é a Geração Upload?

De acordo com o estudo “Tecnologia sem férias” estamos perante a upload generation (Geração Upload), constantemente conectada, que vive experiências influenciada pelo conteúdo que pode partilhar.

Vinte e dois por cento dos inquiridos mencionou que tem como motivação na escolha do destino de férias o facto de o local permitir tirar boas fotografias para serem partilhadas nas redes sociais. Quase 90% dos inquiridos afirma que as fotografias partilhadas nas redes sociais são feitas através do smartphone.

Dezassete é o número médio de fotografias tiradas por semana com o smartphone. Enquanto 51% dos inquiridos espera para ter ligação à internet, 31% publica a fotografia logo no momento em que é tirada. Mas nem todas as fotografias são partilhadas. Muitos tiram várias e partilham a melhor.

Em termos de frequência de utilização de redes sociais: 94% dos inquiridos afirmam aceder ao Facebook todos ou quase os dias e 76% acedem todos ou quase os dias ao Instagram.

De acordo com Cláudia Rodrigues, diretora de comunicação da Samsung Portugal “Existe uma mudança de paradigma, principalmente junto dos mais jovens, nos factores que se consideram para a escolha de um destino de férias. O facto de os locais serem ou não propícios a boas fotografias para a partilha nas redes sociais é já um fator de decisão na escolha do destino. Esta conclusão vem romper com o padrão em que o preço dos locais e o tipo de atividades associadas eram os únicos fatores a ter peso nesta escolha. Para além disso, é ainda interessante verificar que quase 20% dos inquiridos mostra disponibilidade para pagar por aplicações que considera úteis para as férias.”

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.