“Acredito que haverá um impacto imediato, mas o crescimento maior será, certamente, visível a médio e longo prazo, com a diversificação da oferta em termos culturais”, disse à agência Lusa o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral.

Orçado em 1,5 milhões de euros, o programa cultural "365 Algarve", que até maio de 2017, promove mais de mil novos espetáculos e animações de património, vai ser hoje apresentado, pelas 15:00, na Biblioteca Álvaro de Campos, em Tavira.

De acordo com Manuel Caldeira Cabral, o programa pretende diversificar a oferta turística do Algarve entre os meses de outubro e maio, aumentando os motivos de interesse na época baixa do turismo, em complemento ao sol, clima e gastronomia”.

“Cada vez mais, os destinos turísticos se diferenciam também pela oferta cultural e pela animação que têm. Este programa começa em outubro quando a afluência de turistas é menor, e pretende dar mais animação às várias cidades do Algarve, dar mais vida aos monumentos, fazendo com que quem visita o Algarve na época baixa encontre outros motivos de interesse”.

“O Algarve não fecha na época baixa e é essa a ideia que queremos transmitir”, destacou.

Na opinião do governante, o reflexo destes programas na economia, “tem um efeito direto, mas o maior, é o indireto, porque as pessoas recomendam o destino consoante a experiência das suas visitas”.

Manuel Caldeira Cabral recordou que o turismo aumentou este ano em Portugal, “mais de 10% no número de visitantes e quase 17% nos proveitos da hotelaria”, sendo objetivo do Governo manter o crescimento “através de medidas que possam proporcionar uma boa experiência aos visitantes, para que regressem e recomendem o destino”.

“Estes eventos, atraem não só as pessoas que estão de férias, mas também outras que estando em Espanha ou em outros pontos do país se vejam motivadas a ir ao Algarve”, sublinhou.

O ministro da Economia disse ainda que “este programa pioneiro no Algarve, poderá ser estendido a outras zonas do país, diversificando a oferta para o turismo que se quer, cada vez mais, de maior qualidade”.

O programa "Algarve 365" abrange os 16 concelhos algarvios com uma programação de mais de mil novos espetáculos musicais, dança, teatro, exposições, animações de património, envolvendo também 51 entidades locais, entre as quais autarquias e associações culturais.

O programa divide-se em diferentes áreas de atuação, nomeadamente literatura, memória, património material e imaterial, música, teatro, gastronomia e paisagem.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.