“Trata-se de um programa que valoriza toda a região, com uma oferta turística regional, em torno do Carnaval destes três municípios. Vai permitir que as pessoas conheçam a força que esta região tem na área da gastronomia e da cultura”, sublinhou o presidente da Câmara Municipal da Mealhada, António Jorge Franco.

Durante a apresentação do projeto cultural em rede “Foliar entre Montes e Mar”, que decorreu ao final da manhã de hoje no Cineteatro Messias, na Mealhada, o autarca sublinhou a importância de se valorizarem os territórios através das tradições.

Já o presidente da Câmara Municipal de Mira, Raul Almeida, considerou que este é um projeto “muito feliz e muito bem casado”.

“Conseguimos casar o que três municípios da CIM [Comunidade Intermunicipal Região de Coimbra] têm em comum: o Carnaval. Todos com as suas diferenças, mas conseguimos casar todas as diferenças destes municípios, tendo por base o Carnaval”, acrescentou.

Também o presidente da Câmara Municipal de Góis, António Rui Sampaio, apontou que esta programação “tem todas as condições para ser um sucesso”.

“Esta é uma oportunidade para estes territórios poderem apresentarem aquilo que é a sua cultura, gastronomia e tradições”, disse.

Exposições, espetáculos de música, de teatro e dança, workshops, lançamento de livros e mesmo de produtos turísticos inovadores, como sejam roteiros enogastronómicos, compõem um vasto programa cultural heterogéneo, que irá decorrer até ao próximo mês de setembro, nos concelhos da Mealhada (distrito de Aveiro), de Mira e de Góis (distrito de Coimbra).

Com um investimento de quase 255 mil euros, este projeto cultural em rede resulta de uma candidatura ao programa Centro 2020, com financiamento a 100%, que surgiu para apoiar a cultura, no âmbito da pandemia.

De acordo com o vereador da Câmara Municipal da Mealhada, Gil Ferreira, a quem coube a apresentação pormenorizada da programação, ao todo terão lugar mais de uma dezena de iniciativas, que ocorrerão nos três municípios, em datas diferentes.

Estas iniciativas foram pensadas tendo por base as três realidades distintas de vivenciar o Carnaval: o ritmo dos passos e sons do samba na Mealhada, os caretos da Lagoa em Mira e o Entrudo tradicional das Aldeias do Xisto com corrida em Góis.

“Além da promoção e preservação da herança cultural de cada território, esta programação visa promover um produto turístico diferenciador, permitindo aumentar a capacidade de atração de visitantes, reduzindo os efeitos da interioridade”, evidenciou.

O autarca de Mira aproveitou ainda para destacar a iniciativa que levará o Carnaval à Praia de Mira, no primeiro fim de semana de agosto.

“Vai ser um momento grande, numa altura em que se juntam milhares de pessoas, poderemos levar as nossas tradições até elas”, referiu.

Destaque também para “Baco… Gastronomia e Carnaval”, que irá decorrer a 21 de maio em Mira, 12 a 15 de agosto na Mealhada e de 01 a 04 de abril em Góis.

Esta iniciativa pretende desenvolver “um produto turístico inovador, com a dinamização de um fim de semana gastronómico em cada concelho, aliando duas tradições centenárias, o Carnaval e as vindimas”.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.