1. O lado menos visitado de Londres

Além de dispor de uma série de museus importantes com entrada paga, Londres também tem propriedades menores e peculiares que oferecem uma visão fascinante da história da cidade.

Visite a Hogarth's House, em Chiswick, antiga casa de campo do famoso artista William Hogarth, repleta de pinturas e gravuras (metro mais próximo: Turnham Green).

Para algo ainda mais inesperado, descubra o Hunting Lodge da Rainha Elizabeth, no meio da Epping Forest. Construído originalmente em 1543 para Henrique VIII, este espaço tem atrações como a cozinha e roupas em estilo Tudor, oficinas para crianças e a escada na qual, de acordo com a lenda, a Rainha Isabel subiu a cavalo.

O Lodge fica a cerca de 15 minutos a pé da Chingford Station e a 25 minutos da Liverpool Street Station.

Chawton House
créditos: Visit Britain

2. Compre um passe

Se pretende vistar alguns dos patrimónios mais icónicos do Reino Unido, vale a pena comprar um "heritage pass", disponibilizado pelo National Trust, English Heritage e Historic Scotland. Mas é importante certificar-se quais os locais que pertencem a cada uma das organizações.

Um passe de visitante para nove dias, o English Heritage Overseas Visitor Pass dá acesso gratuito a mais de 100 locais, incluindo Stonehenge, Dover Castle em Kent e Hadrian's Wall no norte de Inglaterra.

Hadrian's Wall
Hadrian's Wall créditos: Visit Britain

O passe de sete dias National Trust Touring Pass permite visitar qualquer uma das 300 casas históricas e jardins inseridos no National Trust, incluindo Chartwell, a antiga casa de Winston Churchill.

3. Apanhe o comboio

Muitas empresas ferroviárias têm ofertas "dois em um" para conhecer patrimónios. Para isso, basta apresentar um bilhete de comboio e um voucher comprado na internet. A Scotrail, por exemplo, oferece entradas "dois em um" para uma variedade de locais, incluindo a Gladstone's Land, casa do século XVII do mercador Thomas Gledstanes, na Royal Mile de Edimburgo. Ou pode dirigir-se às Highlands para visitar o Glenfinnan Monument.

4. Descubra o festival Heritage Open Days

A melhor época para os apaixonados pela história visitarem o Reino Unido é no mês de setembro, quando decorre o evento anual Heritage Open Days. Festivais separados são apresentados em Inglaterra, Escócia, País de Gales, Irlanda do Norte e Londres, onde se abrem as portas às construções históricas que normalmente não estão acessíveis ao público, como casas particulares, escritórios, adegas e túneis.

Estas construções históricas abrem as suas portas apenas para eventos especiais. Cinemas e teatros oferecem passeios nos bastidores, museus abrem os seus arquivos e cidades e vilas por todo o país criam programas diferentes de caminhadas, palestras e eventos com temas históricos. Todos são totalmente gratuitos, incluindo o acesso a mais de 150 propriedades do National Trust e construções icónicas, como as faculdades de Oxford e Cambridge.

Oxford
Oxford créditos: Visit Britain

5. País de Gales secreto

O País de Gales tem mais de 100 locais com entrada gratuita. Um dos mais charmosos é o castelo Usk (a cerca de uma hora de carro de Cardiff), onde os únicos seguranças no portão são dois grandes gansos. Ali, cada visitante é convidado a depositar um seixo no grande pote de pedra, para que o número de pessoas possa ser contado ao final do dia.

Ou, ainda, visitar o castelo no alto de uma colina e a vila de Dryslwyn, com vistas fabulosas para Towy Valley (a cerca de uma hora de carro de Cardiff). Além disso, no St David's Day (1º de março), alguns dos castelos mais icónicos do país oferecem entrada gratuita, incluindo a Tintern Abbey no belo Wye Valley (a cerca de uma hora de carro de Cardiff) e o castelo de conto de fadas Castel Coch (a 20 minutos de carro de Cardiff).

6. Uma caminhada pela história

Há muitos locais no interior do Reino Unido com acesso livre, onde não será cobrada uma taxa de admissão. Faça uma caminhada ao longo das icónicas White Cliffs em Dover, a cerca de 90 minutos de carro de Londres, e retire um folheto no Visitor Centre para aprender sobre a importância da costa ao longo dos séculos.

Giant's Causeway
Giant's Causeway créditos: Visit Britain

Ou descubra o colossal forte da Idade do Ferro de Maiden Castle, cercado pelas colinas do interior de Dorset (a cerca de duas horas de Londres).

Na Irlanda do Norte, as gigantes e impressionantes colunas Giant's Causeway - estruturas naturais em basalto negro ao longo da costa - são possivelmente a maior atração do país e a sua visita é totalmente gratuita.

7. Jardins e campos

Muitas propriedades históricas com taxa de admissão são cercadas por agradáveis campos e jardins, geralmente de entrada gratuita. A Petworth House, em Sussex (a cerca de uma hora de carro a sul de Londres) tem entrada paga, mas o acesso ao parque é gratuito e oferece a possibilidade de ver a bela mansão por fora e de passear pelos jardins desenhados por Capability Brown.

8. Igrejas e catedrais

Muitas das mais belas catedrais britânicas não cobram bilhete, oferecendo a oportunidade de explorar a herança religiosa da região e de apreciar uma arquitetura espetacular.

O autor norte-americano Bill Bryson apelidou Durham como "a melhor catedral do planeta Terra". Datada do século XI, tem entrada livre para os seus claustros, cripta e igreja principal, maravilhosamente abobadada.

Durham fica a cerca de três horas de comboio de Londres.

Fonte: Visit Britain

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.