Tudo começa pela vista. Os telhados alongados que se encaixam como um puzzle e se estendem quase até ao rio. Pelo meio, ruelas estreitas que contam séculos de história. Do outro lado, a ribeira colorida que se debruça no Douro e, pelo meio, a ponte de ferro graciosa que liga as duas margens. Não há como negar: estamos perante uma das vistas mais belas de Portugal, numa das cidades mais fascinantes da Europa.

A partir da praça principal do World of Wine (WOW), a nova coqueluche turística do Porto, vamos poder contemplar este cenário como se estivéssemos num camarote com vista privilegiada.

Pelo meio, será possível descobrir mais sobre o vinho, o Porto, a cortiça, o chocolate ou a moda; espreitar a maior coleção privada de copos da Europa e experimentar várias opções gastronómicas.

A partir desta sexta-feira, qualquer pessoa vai poder aceder a este quarteirão turístico de forma gratuita, como o são todos os espaços comuns do WOW que, num projeto arrojado de reabilitação e arquitetura, consegue fazer a ligação entre vários pontos da zona ribeirinha de Vila Nova de Gaia.

“Com certeza, será um espaço para muitas selfies”, prevê o diretor de marketing, Richard Bowden, que nos levou numa visita guiada ainda antes da inauguração.

Durante duas horas, percorremos parte dos 35 mil metros quadrados que compõem o WOW. Um número que pode parecer abstrato mas que se torna palpável quando é traduzido na quantidade de espaços que o projeto tem: seis experiências, nove restaurantes, bares e cafés, uma escola de vinho e gastronomia, várias lojas, um espaço para exposições e outro para eventos.

WOW. O novo projeto turístico com seis museus e nove espaços de restauração de Gaia
O WOW surge da reabilitação de antigos armazéns de vinho do Porto créditos: WOW

O WOW, projeto do grupo The Fladgate Partnership, representa um investimento de 106 milhões de euros. É o “mais ambicioso” no setor do turismo em Portugal para este ano e, mesmo a nível europeu, ganha um lugar de destaque. Vai empregar cerca de 350 pessoas.

Marcar a diferença na forma como as pessoas fazem turismo no Porto é um dos objetivos do WOW.

“O projeto, classificado de Potencial Interesse nacional (PIN), tem como missão reforçar a oferta cultural e museológica da cidade do Porto, bem como enaltecer o potencial da região em áreas estratégicas como o vinho, a indústria e o património”, pode ser lido na apresentação do WOW.

“A estadia média dos turistas no Porto é de três dias, se conseguirmos aumentar mais um dia, isso representa um aumento de 30% nas reservas dos hotéis”, refere Richard.

A visita ao WOW dificilmente esgota-se em apenas em um dia, sendo um espaço onde se pode regressar duas ou três vezes durante a mesma viagem. Como já referimos, o acesso aos espaços comuns é livre e o acesso a cada experiência terá um custo entre os 14 e os 17 euros.

A pandemia é encarada como “mais um desafio”. O WOW vai ser inaugurado com várias medidas e cuidados já implementados a pensar na conjuntura atual, entre eles álcool gel disponível em todos os espaços, um sistema de limpeza do ar condicionado e limite de pessoas em cada ambiente.

Experiências WOW: do vinho à cortiça, passando pelo chocolate

As aberturas acontecem em fases distintas. A primeira tem data marcada para 31 de julho e inclui cinco experiências museológicas: Wine Experience, Planet Cork, Porto Region Across The Ages, The Bridge Collection e The Chocolate Story, bem como a Escola de Vinho, os bares, os restaurantes e as lojas.

A segunda fase acrescentará ao WOW a experiência Porto Fashion & Fabric Museum e deve acontecer no outono.

Wine Experience: desmistificar o vinho

A cidade do Porto é a capital do vinho português, estando numa posição privilegiada, a cerca de 1h de distância de cinco regiões vínicas distintas, onde se produzem diferentes tipos de vinho: branco, tinto, espumante, colheitas tardias e fortificados. Contudo, até então Vila Nova de Gaia concentrava 16 centros de visita dedicados exclusivamente ao Vinho do Porto. O WOW vem preencher esta lacuna ao oferecer a Wine Experience que se debruça sobre o vinho português em geral.

Dedicada quer a simpatizantes amadores como a enólogos experientes, a Wine Experience pretende desmistificar o vinho. Para isso, será possível saber mais sobre os seus agentes principais – o solo, o clima, as uvas, mas também sobre todos os processos que decorrem e interferem na qualidade do néctar até ele chegar ao copo. Por outro lado, os visitantes serão convidados a experienciar vinho, mais do que apenas beber, valorizando a visão, o olfato, o palato, o ritual, a amizade e a celebração de momentos, numa viagem de Norte a Sul de Portugal, passando por Madeira e Açores.

Wine Experience
Wine Experience é a maior experiência do WOW e vai explicar tudo sobre o vinho créditos: WOW

Porto Region Across The Ages: a história da Invicta

Esta é uma experiência fundamental para todos os habitantes e visitantes do Porto. É um excelente ponto de partida para compreender o património histórico e cultural da cidade invicta. Assim, será possível conhecer os tempos e os contratempos, das conquistas dos Descobrimentos, às Invasões Francesas e até à Guerra Civil, para depois chegar à Revolução Industrial. A viagem na máquina do tempo culmina na prosperidade dos dias de hoje.

Planet Cork: tudo sobre a cortiça em Portugal

Portugal é o maior produtor de cortiça do planeta, sendo responsável por mais de 50% da produção global e tirando partido de 730 hectares de floresta. É fazendo jus a este título que no Planet Cork o incrível mundo da cortiça se dá a conhecer, desde a ancestral exploração do sobreiro até às mais variadas e vanguardistas aplicações: das tradicionais rolhas do vinho até à inovadora indústria aeroespacial.

Planet Cork
Um sobreiro gigante vai receber os visitantes créditos: WOW

The Bridge Collection: uma viagem pelo ritual de beber

Adrian Bridge, CEO do WOW, é proprietário de uma coleção de copos e taças de vinho. São mais de mil copos em exposição, cujos exemplares mais antigos remontam a 7000 a.C. É uma das mais abrangentes coleções privadas de copos do mundo, abraçando muitos períodos da história, um prisma muito raro entre colecionadores.

The Chocolat Story: quem é que não gosta de chocolate?

Nesta experiência, o WOW pretende explicar o que é o chocolate, de onde vem e como é feito. Desde as plantações do cacau até aos processos de fabricação do chocolate, tudo será demonstrado passo a passo, em doze etapas diferentes. No final da experiência, a teoria materializa-se na prática e a magia acontece numa verdadeira fábrica de chocolate. A visita não termina sem a oportunidade de provar um chocolate. Para quem quiser prolongar a degustação, para satisfazer o desejo ou o apetite, há ainda uma cafetaria e uma loja.

The Chocolat Story
O espaço vai ter uma fábrica de chocolate créditos: WOW

Porto Fashion & Fabric Museum: indústria têxtil, moda e design

É um elogio a Portugal, sublinha as conquistas, eterniza as marcas intemporais e dá voz aos jovens talentos. Está alojada num edifício histórico que data do século XVIII e que inclui uma capela do arquiteto Nicolau Nasoni, cujos frescos foram restaurados. A experiência apresenta-se sob a forma de duas coleções que se cosem em duas camadas. O primeiro nível versa sobre a indústria têxtil em Portugal. O segundo nível é palco para a moda portuguesa, o calçado nacional e a magistral arte da filigrana, numa síntese do que constitui o DNA da moda em Portugal, desde os anos 80 até então.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.