Vale de Poldros, Val de Poldros ou Santo António de Vale de Poldros: esta povoação minhota tem mais designações do que habitantes.

Durante a Idade Média, a economia agropecuária da região do Alto Minho desenvolveu-se, tendo as práticas nómadas uma forte expressão. Assim, surgiram as brandas ou inverneiras. Uma branda é um conjunto de cardenhas e as cardenhas são os pequenos abrigos de pedra que ainda podem ser encontrados em Vale de Poldros e que lhe dão ar pitoresco que ostenta.

A Branda de Santo António de Vale de Poldros é uma das cerca de 10 brandas existentes no Alto Minho e a melhor preservada. Localizada a meio da encosta, a sensivelmente 1200 metros de altitude, esta branda ergue-se sobranceira ao rio Vez, proporcionando fantásticas panorâmicas sobre toda a região.

Nesta aldeia - que ficou conhecida como "Aldeia dos Hobbits" pela semelhança com os cenários verdejantes da saga "O Senhor dos Anéis" - é possível desfrutar do profundo silêncio enquanto se passeia por entre um enorme número de cardenhas, feitas totalmente em granito e xisto, de forma rudimentar. "Nos meses de Verão, estes espaços foram, outrora, ocupados por pastores e agricultores (brandeiros), sendo o piso inferior destinado ao gado e o superior à habitação", explica-nos Fernando Silva, do Gabinete de Comunicação da Câmara Municipal de Monção.

Apesar de já não desempenhar a função que desempenhou outrora - devido ao facto das atividades agrícolas e pastoris terem perdido importância -, o grande valor patrimonial deste núcleo habitacional de montanha permanece no presente. Além da sua importância cultural e social, o conjunto arquitetónico de inestimável valor patrimonial e a paisagem imperdível, Vale de Poldros desempenha um papel relevante como motor de desenvolvimento económico e turístico da região.

Terra de um só homem

A Vale de Poldros é conhecida como a aldeia dos Hobbits, mas também como terra de um homem só. Apenas Fernando Gonçalves, de 52 anos, vive em permanência no local. Fernando regressou à terra natal em 2004, depois de ter emigrado para Andorra e decidiu abrir o seu próprio restaurante para combater a falta de pessoas que se fazia sentir e movimentar o local.

No Restaurante Val de Poldros, com paredes de pedra, próprias da região e decoração campestre, é servida comida regional portuguesa, com ênfase especial no cabrito e sopa de saramagos que atraem visitantes que visitam o espaço pela gastronomia e pelas incríveis vistas em altitude. Durante o rigoroso inverno da serra, a lareira aquece o espaço e aconchega os visitantes.

Santo António de Vale de Poldros

Durante todo o ano, Vale de Poldros é terra de um só homem, mas isso muda em meados de junho, quando a aldeia se enche de pessoas para a celebração do Santo António. Os habitantes mais antigos contam que, em outros tempos, quem não arranjasse namorado ou namorada durante esta festa, ficaria sem namorar durante todo o verão.

Atualmente, centenas de peregrinos sobem às brandas para venerar o padroeiro. O programa da festa apresenta um cartaz de inspiração e apelo à ruralidade. Em conjunto com os momentos religiosos, decorre encontro de tocadores de concertina, encontro de rusgas, corridas de cavalos (galope e passo travado) e arrematação de quartéis e oferendas.

Onde ficar

Em Vale de Poldros existem alguns alojamentos onde pode ficar, no centro da povoação e em casa típica. A Casa Cardenha da Bessada permite albergar até um máximo de seis pessoas. No rés-do-chão possui uma cozinha e sala de estar e um quarto e no primeiro andar, possui dois quartos e casa de banho comum.  A maioria das paredes, o chão e os tetos da casa são revestidas com pedra da região (granito e xisto), bem como madeira da região. No que refere ao revestimento exterior, é todo feito com granito e xisto, sendo as janelas e portas de madeira.

A Casa da Branda (Espaço Zen) acomoda até 6 hóspedes, num espaço de 3 quartos, numa casa tradicional em pedra e o Miradouro da Branda disponibiliza acomodações, bicicletas gratuitas, um jardim, comodidades para churrascos e um terraço e pode acomodar até 10 hóspedes.

Futuro da Aldeia

A Câmara Municipal de Monção reconhece a importância de Vale de Poldros para a região. Além de intervenções pontuais nos caminhos da branda e instalação de sinalética de cariz informativo e turístico, será, agora, elaborado o "Plano de Pormenor de Salvaguarda de Santo António de vale de Poldros", que tem como objetivo a conservação e valorização de todos os edifícios e espaços públicos relevantes, visando a preservação da área intervencionada.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.