Lavacolhos fica entre a Gardunha e a Estrela e é ao lado da ponte de uma rodovia que faz a ligação entres as duas serras que se situa a praia fluvial.

Praia de Lavacolhos
créditos: andarilho.pt

De certa forma é um caminho idêntico ao da ribeira da Gardunha que se vai encontrar com o rio Zêzere.

Praia de Lavacolhos
créditos: andarilho.pt

A ribeira da Gardunha surge entre denso arvoredo e o leito é largo. Depois fica comprimido entre muros de pequenas hortas e do extenso relvado da praia fluvial.

Praia de Lavacolhos
Praia fluvial com as comportas fechadas @Câmara Municipal do Fundão

Quando fecham as comportas, no verão, abre-se a correnteza de visitantes. “Está sempre cheio de visitantes. São daqui e de outros sítios, alguns até chegam de longe. Alguns trazem comida e ficam aqui todo o dia”.

José Frade vive em Lavacolhos e antecipou-se ao verão quando falei com ele e um grupo de familiares. Estavam a fazer um piquenique, aproveitando as estruturas de apoio e ele regressava à juventude quando vinha aqui tomar banho. “Sim, mas havia mais sítios quando eu era jovem. O poço da cal, passadiços...”

Praia de Lavacolhos
Praia fluvial com as comportas fechadas @Câmara Municipal do Fundão

Agora recorrem a um açude, fecham as comportas “e a água fica muito alta. A ribeira está sempre a correr ao longo do ano. Vem fresca porque há muitas nascentes ao longo do percurso, vai sempre renovando.”

Praia de Lavacolhos
créditos: andarilho.pt

Ainda vemos testemunhos do antigo aproveitamento da água. Escondido num recanto, entre várias árvores que dão sombra e encanto à ribeira, vemos o que resta de um antigo moinho. “Havia um moinho e um lagar de azeite. Estes moinhos são muito antigos. Na altura havia muitos, mas agora não.”

Praia de Lavacolhos
créditos: andarilho.pt

Em redor da praia há poucos terrenos cultivados. A paisagem é dominada por floresta. Dão uma envolvência verde à praia fluvial.

Praia de Lavacolhos
créditos: andarilho.pt

O dia pode ser complementado com uma visita à aldeia que fica muito próxima. Um dos lugares de visita é a Casa do Bombo que evidencia a tradição dos bombos na Cova da Beira, em particular em Lavacolhos. “E continua. Há um senhor que faz e também toca. O fabrico ainda é artesanal, as peles são de cabra, da região. Há um grupo que toca. Tem os bombos, uma caixa e um pífaro. São 5 ou 6. São convidados e vão às aldeias, a Lisboa, a vários sítios. A tradição é antiga, os bombos de Lavacolhos são muito conhecidos.”

Praia de Lavacolhos
créditos: andarilho.pt

O grupo Bombos de Lavacolhos tem a sede na Casa do Bombo onde podemos aprender a tocar.

Lavacolhos pertence ao concelho do Fundão, está a pouco mais de uma dezena de quilómetros da sede de concelho e tem bons acessos rodoviários.

Praia de Lavacolhos
créditos: andarilho.pt

Toca a bombar até à praia fluvial de Lavacolhos faz parte do programa da Antena1 Vou Ali e Já Venho e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.