De todas as aldeias de xisto, o Piódão foi, talvez, a que teve mais sucesso e isso também tem um custo.

Apesar disso, o Piódão merece uma visita, preferencialmente fora do Verão. Já lá estive a dormir no Inverno e adorava acordar de manhã com um nevão.

Piódão
Vista do Piódão créditos: Who Trips

A disposição das casas de xisto a subir a encosta íngreme, com os telhados de lousa cobertos de neve e com algumas luzes acesas ao cair da noite, torna a vista da aldeia um postal ilustrado.

Piódão
Piódão - casas agrícolas créditos: Who Trips

A pastorícia dos tempos dos lusitanos até um passado recente marcou a economia frágil do território, aproveitando os amplos espaços verdes e fluxos de água.
O isolamento no meio da serra só foi quebrado pontualmente com mosteiros, seminários e alegados foragidos à justiça.

Piódão
Casas de xisto junto à Ribeira créditos: Who Trips

Neste contexto, Piódão preservou o seu património e ainda hoje é possível estar na Eira e ver gravações nas pedras de votos de boas colheitas. O registo de espaços e tarefas comunitárias foi uma das marcas desta região e ainda se verificam alguns vestígios.
Percorrer a aldeia é um passeio fácil e interessante.

Piódão
Igreja Matriz créditos: Who Trips

Conseguem-se ver rapidamente os pontos mais conhecidos como a Capela de S. Pedro, com a estátua do santo do século XVI, ou a Igreja Matriz, com a sua traça e cores disruptivas em relação a toda a área envolvente.

Piódão
Passagem pela ribeira créditos: Who Trips

O mais interessante é caminhar calmamente nas ruas sinuosas, descer ao vale da ribeira, ver a Levada ou os gatos a esgueirarem-se por debaixo das portas.

Piódão
Escadaria a caminho da ribeira créditos: Who Trips

Nos dias de calor, uma opção é refrescar-se na praia fluvial com o fluxo de água da Ribeira do Piódão. Esta praia recolheu este ano (2017), mais uma vez, a classificação de Bandeira Azul.
Outra possibilidade é fazer uma caminhada de 3km e depois tomar banho na Foz d’Égua, um encanto da natureza com a junção da ribeira do Piódão com a das Chãs.

Piódão
Piódão visto do caminho para Foz d’Égua créditos: Who Trips

Uma outra alternativa, esta sem dúvida das mais interessantes, é ficar alojado numa das casas e vivenciar o anoitecer no interior da aldeia. Só com os habitantes.
É nesta altura que se sente o isolamento, que se percebe melhor a vida comunitária e que se tira prazer da autenticidade do Piódão.

Piódão
Interior da aldeia com as casas de xisto créditos: Who Trips

O Piódão pertence ao roteiro das Aldeias Históricas de Portugal, está classificado como Imóvel de Interesse Público e fica a 41 km de Arganil.

Piódão só é Presépio em época baixa faz parte do podcast semanal da Antena1 Vou Ali e Já Venho e pode ouvir aqui.
A emissão deste episódio, Piódão só é Presépio em época baixa, pode ouvir aqui.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.