O ritual era um hábito nas aldeias da região de Figueira de Castelo Rodrigo e perdeu-se devido ao despovoamento e à falta de motivação para criar estas formas festivas que marcam o fim do Inverno e a transição para a Primavera. Para tempo de mais fartura e alegria.

Entrudo Vilar Amargo
Lá vai o entrudo a caminho da fogueira ©Renato Roque créditos: ©Renato Roque

A Associação Lagarto fez um levantamento das comemorações do Entrudo junto de pessoas com mais idade. Uma das descobertas foi a máscara de renda.
As máscaras eram fáceis de fazer porque a maioria das pessoas tinham bordados ou rendas em casa.

Entrudo Vilar Amargo
créditos: ©Renato Roque

A máscara era colocada na face para omitir a identidade da pessoa que durante o entrudo tinha liberdade para fazer o que entendesse.

Marco Ferraz pertence à Associação Lagarto e diz ainda que, agora, ao ser retomada a tradição muita gente foi às gavetas procurar rendas para fazer as máscaras. Foi uma adesão que surpreendeu os promotores. Por um lado, alguns idosos reconheceram o ritual porque ainda tinha memoria de como se fazia. Por outro lado, há cada vez mais gente a aderir. No segundo ano houve mais pessoas que se mascararam e “no dia 2 de Março há mais gente a dizer que o vai fazer”.

Entrudo Vilar Amargo
créditos: ©Renato Roque

Faz também parte da tradição a queima do entrudo. Um grupo de pessoas transporta um boneco de palha que simboliza o entrudo. Percorrem as ruas da aldeia e no largo é feito o sermão por um padre – torna público e comenta alguns episódios que ocorreram ao longo do ano – e depois é queimado o entrudo. O ritual é improvisado e pode haver partidas e brincadeiras.

O dia termina com o caldo de carne que no passado era oferecido às pessoas mais carenciadas, como era o caso de muitas viúvas. O caldo acabou por ser designado Caldo das Viúvas e é cozinhado ao ar livre, no centro da aldeia e distribuído à população e aos visitantes.

Entrudo Vilar Amargo

As rendas do Entrudo de Vilar de Amargo faz parte do programa da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.