Quando nos finais dos anos 70 do século XX se começou a construir uma barragem no Rio Azibo, com vista a assegurar o regadio agrícola e o abastecimento de água às populações do concelho de Macedo de Cavaleiros, estava-se longe de imaginar que esta ação do homem iria criar um ecossistema propício à existência de um importante habitat para numerosas espécies de aves migratórias.

Formada pelo rio Azibo e pelas ribeiras do Azibeiro e do Reguengo, a albufeira criada pela presença da barragem é local de nidificação e refúgio de várias espécies de avifauna selvagem, tendo sido convertida numa área protegida. Na zona que envolve este imenso espelho de água é possível avistar uma grande diversidade de espécies. Nos lugares mais altos podem ver-se águias e cegonhas. Já no solo o mais provável é encontrar o tartanhão-caçador, que de Setembro a Março elege este local para fazer o seu ninho. No Verão, as margens da albufeira enchem-se de maçaricos-das-rochas, de mergulhões-de-crista, patos-reais, garças e corvos-marinhos-de-faces-brancas. E no Inverno chegam os borrelhos-pequenos-de-coleira. Dentro de água convivem várias espécies de peixes e anfíbios.

Em volta do espelho de água existe uma vegetação exuberante que se caracteriza por uma interessante mescla de flora mediterrânica e atlântica, na qual se destacam carvalhos, castanheiros, oliveiras, sobreiros, bem como plantas mais rasteiras tais como as orquídeas selvagens, que contabilizam dezena e meia de espécies diferentes. Uma flora que serve de casa a raposas, texugos, corços, esquilos e lebres.

Praia Fluvial
Praia fluvial créditos: Carlos Cunha/CC

Para além da Natureza propriamente dita, a outra grande atração da Albufeira do Azibo é o seu enorme potencial de lazer, já que possibilita a realização de diversas atividades ao ar livre. Desde logo com as praias fluviais da Fraga da Pegada e da Ribeira, ambas com Bandeira Azul, onde durante o Verão a água chega a atingir uma temperatura de 24 graus à superfície. Nestas praias, acessíveis a pessoas com mobilidade reduzida, pode encontrar diversas zonas de recreio como um grande relvado, um parque infantil, campos de jogos, um parque de merendas e uma piscina flutuante e ainda praticar natação, remo, windsurf, canoagem, remo ou até fazer um passeio de barco. Na zona envolvente há uma rede de trilhos para passeios pedestres ou de bicicleta, devidamente sinalizados.

Para um programa mais cultural, importa saber que no Núcleo Central da Paisagem Protegida da Albufeira do Azibo, localizado entre as aldeias de Vale da Porca e Salselas, há um espaço museológico com vestígios arqueológicos que vão desde a pré-história até à época romana.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.