Esta extraordinária estátua não é um monumento tão antigo assim. Foi instalada apenas em 1993 e está sentada a 34 metros de altura, voltada para o norte para, segundo me disseram, observar o povo chinês.

Para aqui chegar podemos optar pelo caminho mais fácil, subir de teleférico, ou pelo mais difícil, aquele que é escolhido por muitos peregrinos asiáticos: subir a pé até ao topo da montanha. A subida é longa mas tinham-me dito que valia a pena e eu acreditei. Tudo o que custa, no fim, quando realizado, dá-nos um prazer ainda maior.

É uma caminhada demorada (cerca de 3 horas) mas é fácil de fazer e bastante cénica. Começando em Tung Chung basta seguir a trilha até a aldeia de Ngong Ping ou Mosteiro Po Lin. O caminho é bem pavimentado e sinalizado. A maior dificuldade é o calor que se faz sentir por estes lados, convém levar bastante água para beber e não ficar desidratado. Ao longo do caminho existem mosteiros onde podemos parar para descansar e, possivelmente, fazer uma visita (as fotografias porém, podem não ser permitidas).

Ngong Ping é basicamente uma vila turística, cheia de lojinhas de souvenirs e bancas de comida. Fiquei contente de lá chegar. Logo na entrada havia uma máquina que fazia bolas de sabão que davam um toque mágico ao local.

Ngong Ping

Depois de um rápido passeio pela vila, segui até ao Mosteiro Po Lin. Este é um dos santuários budistas mais importantes de Hong Kong. É colorido, tem uma rica iconografia budista e um agradável jardim. Podemos comer na cantina do mosteiro e experimentar os seus deliciosos pratos vegetarianos.

Depois um último esforço: subir os 268 degraus que nos conduzem até ao Grande Buda.

Grande Buda

No caminho, encontramos um conjunto de seis estátuas de Bodhisattva - divindades budistas que são veneradas por ajudarem os mortais a alcançarem a iluminação - e no topo há uma pequena exposição sobre a vida de Buda.

Grande Buda

Do topo podemos desfrutar de vistas soberbas sobre a Ilha de Lantau, o cintilante Mar da China e o Aeroporto de Hong Kong.

De perto conseguimos ver todos os detalhes da estátua. A mão direita de Buda levantada simboliza proteção, paz, benevolência e dissipação do medo. A palma da mão esquerda aberta e com os dedos apontando para baixo significa oferta, boas-vindas, caridade, doação, compaixão e sinceridade. A sua mensagem tocou o meu coração.

Grande Buda
Grande buda

A descida no teleférico foi bem mais fácil mas não menos interessante. O fundo da cabine é transparente dando a impressão de pairar sobre a vegetação.

Adorei este lugar e recomendo a todos que forem visitar Hong Kong.

Dica: O caminho mais fácil e rápido de chegar até à estátua a partir do centro de Hong Kong é apanhar o metro até à estação MTR Tung Chung e depois apanhar o teleférico até Ngong Ping.

Sigam as minhas aventuras mais recentes no Instagram e no Facebook 

Artigo originalmente publicado no blogue The Travellight World

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.