Trata-se de um jardim em torno de um orfanato mantido pelo Exército da Salvação no bairro de Woolton. "Ficou famoso por causa do vínculo com John Lennon. Ele passava por cima da cerca por trás do jardim de sua tia e vinha brincar com as crianças", contou à AFP Allister Versfeld, responsável do Exército da Salvação. "Era uma espécie de santuário para ele, onde encontrava paz e tranquilidade", acrescenta.

Sentimentos encontrados na música de letra misteriosa: "Let me take you down/'Cause I'm going to Strawberry Fields/Nothing is real/And nothing to get hung about/Strawberry Fields forever..." (Deixe-me levar-te comigo/Porque estou a ir para Strawberry Fields/ Nada é real/E não há nada com o que se preocupar/Strawberry Fields para sempre...").

Para Allister Versfeld, a música descreve "um espaço que ele encontrou e um lugar que lhe era querido".

"Todas as crianças têm um jardim secreto, talvez um esconderijo embaixo da escada ou os galhos de um grande carvalho", afirmou a meia-irmã de Lennon, Julia Baird, de 72 anos, entrevistada pela agência britânica Press Association. "Parece pela música que, para John, era aquele lugar", completou.

Strawberry Fields: o jardim secreto de John Lennon está aberto ao público
O portão vermelho créditos: AFP
Strawberry Fields: o jardim secreto de John Lennon está aberto ao público
Detalhe do portão créditos: AFP

Portão vermelho

O local está aberto ao público desde 14 de setembro. Antes disso, os muitos fãs deviam contentavam-se em fotografar o famoso portão vermelho que dá acesso ao parque. São cerca de 60.000 visitantes por ano.

O edifício, uma antiga casa vitoriana, era um orfanato administrado pelo Exército da Salvação desde 1936.

Na década de 1970, foi demolida para dar espaço a um edifício moderno. Mas foi fechado em 2005. Foi reaberto como um centro de treinamento para jovens adultos e um local de memória para o Beatle assassinado em 1980 em Nova Iorque, aos 40 anos de idade.

Strawberry Fields: o jardim secreto de John Lennon está aberto ao público
Souvenir créditos: AFP

As grades vermelhas originais foram reinstaladas para os fãs na Beaconsfield Road. Além dos jardins, os visitantes podem ver uma exposição da história do local e a sua ligação a John Lennon.

O museu de Graceland, em Memphis, emprestou objetos para recordar a paixão de Lennon por Elvis Presley. O manuscrito de uma música inacabada e um mellotron virtual estão entre as exposições.

Lennon foi criado por sua tia, enquanto sua mãe Julia morava no bairro até a sua morte num acidente de carro, quando ele tinha 18 anos.

Strawberry Fields: o jardim secreto de John Lennon está aberto ao público
Turistas visitam o lugar créditos: AFP

"Strawberry Fields Forever" foi lançado pela primeira vez em 1967 num single com "Penny Lane" no lado B. A música chegou ao segundo lugar da parada de sucessos, atrás de "Release Me", do cantor Englebert Humperdink.

Lennon a escreveu durante uma tour na Espanha. Foi gravada durante as sessões de "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band", mas não consta no álbum, considerado o mais relevante quarteto. Marcou a transição do grupo do pop clássico para sons mais complexos, incluindo instrumentos incomuns como o mellotron e a cítara indiana.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.