"Essa reabertura indica esperança e o começo de uma nova etapa pela qual estamos a passar no contexto da pandemia global", afirmou a repórteres Claudio Filippa, autarca da cidade de Puerto Iguazú, onde ao redor estão as cataratas.

O Parque Nacional do Iguaçu tem 275 cachoeiras, numa queda de 2.700 metros de diâmetro e com uma altura máxima de 82 metros, situada a 1.300 quilómetros ao norte de Buenos Aires, próximo às fronteiras com o Brasil e com o Paraguai.

As Cataratas são uma das Sete Maravilhas Naturais do mundo, de acordo com a New7Wonders Foundation, e um dos principais destinos turísticos do país.

O desconfinamento faz parte da política da saúde argentino em 19 das 23 províncias do país.

O isolamento social permanece rigoroso na Região Metropolitana (Buenos Aires), que reúne 95% dos casos do novo coronavírus, que este sábado chegavam a mais de 94.000, com 1.787 mortes.

O parque poderá receber apenas 200 visitantes por dia, divididos em grupos de 50, com entrada gratuita e limitada para os moradores de Iguazú, que tem uma população de 45.000 habitantes.

80% das quedas de água estão no lado argentino do parque, e os 20% restantes estão do lado brasileiro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.