Foto: Percurso Lago Bodensee-Königssee @ GNTB / Günter Standl

Cerca de 200.000 quilómetros de percursos pedestres e 70.000 para ciclistas, sempre servidos por alojamento certificado, permitem experiências ainda mais próximas da natureza. Além disso, é o sexto país europeu com mais águas balneares de excelente qualidade, segundo a Agência Europeia do Ambiente (Portugal está na sétima posição).

Trata-se de um completo destino de férias, portanto, e já completamente preparado para receber visitantes, com toda a segurança. Eis algumas propostas tentadoras para começar a planear a sua viagem.

Um dos mais belos parques europeus

Suíça Saxónica
Suíça Saxónica créditos: GNTB / Jens Wegener

Chama-se Sächsische Schweiz, ou Suíça Saxónica, fica no leste do país, perto de Dresden, e o seu Parque Nacional é considerado um dos mais belos parques Europa, nomeadamente pela European Best Destinations, entidade promotora do turismo e da cultura no Velho Continente. Paisagens incríveis esperam os visitantes neste parque de 36.000 hectares, um paraíso para fãs de escalada e de caminhada. Florestas, riachos selvagens, lagos e desfiladeiros compõem o cenário mas o destaque vai para as famosas montanhas de arenito. A não perder a formação rochosa Bastei e a sua ponte homónima, acessível por estrada, que oferece uma vista mesmo espetacular. Visita virtual disponível aqui.

Mais informações: www.nationalpark-saechsische-schweiz.de

Ilha de Ruegen: longe do Covid-19

Ilha de Ruegen
Ilha de Ruegen créditos: GNTB / Francesco Carovillano

Banhada pelo Mar Báltico, a maior ilha alemã é um destino a visitar assim que possível por vários motivos. Em primeiro lugar, pela segurança que oferece nestes tempos de pandemia: avaliando vários critérios, a European Best Destinations incluiu na sua lista de praias recomendadas para este verão a histórica estância balnear de Binz. Além disso, no total conta com cerca de 60 quilómetros de praias de areia fina a explorar, assim como importantes reservas naturais. É o caso do Parque Nacional de Jasmund, com os seus penhascos únicos e a floresta de faia, classificada Património Mundial pela UNESCO. Vídeo (VR) disponível aqui.

Mais informações: www.ruegen.de

Férias ativas em Saarland

Na fronteira com França e o Luxemburgo, Saarland (ou Sarre) é o mais pequeno estado alemão mas tem muitos atrativos, desde a arquitetura barroca na capital, Saarbrücken, à antiga siderurgia Völklinger Hütte, classificada Património Mundial em 1994 e que hoje é um dinâmico centro cultural. A diversidade paisagística encanta fãs de caminhadas, em especial o percurso Sarre-Hunsrück, já eleito o mais bonito do país. Experiências especiais não faltam, como dormir em tendas suspensas (detalhes em www.cloefhaenger.com ) ou passear junto às copas das árvores, a 23 metros de altura, e desfrutar da vista magnífica da torre de observação, a nada menos de 42 metros. Curioso? Espreite o vídeo aqui.

Mais informações: www.visitsaarland.co.uk

Ver a bela vista numa ponte suspensa

Ponte suspensa Geierlay
Ponte suspensa Geierlay créditos: GNTB / Gunter Standl

Com ligação o percurso Sarre-Hunsrück acima mencionado, esta atração merece uma referência especial: trata-se da ponte suspensa Geierlay, fica a nada menos de 100 metros de altura e tem um comprimento de 360 metros. Criada à semelhança das congéneres nepalesas, foi inaugurada em 2015 e desde então já recebeu mais de um milhão de visitantes. Garante uma experiência mesmo única (completamente segura, claro) e uma vista espetacular aos viajantes sem vertigens. Teria coragem? Veja o vídeo aqui.

Mais informações em https://geierlay.de

Bons ares da montanha

Garmisch-Partenkirchen
créditos: Francesco Carovillano

Garmisch-Partenkirchen, nos Alpes Bávaros, é conhecido sobretudo como destino de esqui, com sete meses de neve perfeita e 60 pistas de todos os graus de dificuldade. Mas é, também, uma excelente alternativa para as férias de verão: fãs de caminhada têm à disposição 300 quilómetros de percursos e vão certamente querer subir ao pico mais alto da Alemanha, o Zugspitze, com 2.962 metros. Mesmo quem não esteja em grande forma pode desfrutar da belíssima paisagem lá no topo graças a um teleférico que percorre cerca de 12 quilómetros a partir do lago Eibsee. Outro lugar incontornável é o Partnachklamm, um desfiladeiro impressionante mas acessível a toda a família. Visita virtual disponível aqui.

Mais informações: https://www.gapa.de/en

De lago a lago, em bicicleta

Um percurso espetacular é a expressão mais usada para descrever a viagem de bicicleta entre o afamado Lago Constança (ou Bodensee) e o Lago Königssee. No total conta com 418 quilómetros que atravessam diferentes regiões da Baviera, oferecendo vistas deslumbrantes para as montanhas e passando por pequenas aldeias entre pastagens e floresta mas também cidades históricas e até castelos como o célebre Neuschwanstein, que serviu de inspiração ao castelo da Bela Adormecida da Disney. Deixe-se inspirar pelas fotografias do site oficial.

Fonte: Destino Alemanha

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.