Na Ilha do Sal pode relaxar nas suas praias, praticar desporto, provar as iguarias gastronómicas e fazer vários passeios. Um local ideal para umas férias. Reserve os seus bilhetes para Sal, com a TAP.

Praia

A Ilha do Sal tem algumas das praias mais bonitas de Cabo Verde, e a de Santa Maria não é exceção. Os seus oito quilómetros de areias brancas atraem os turistas. Além de uns bons banhos de sol, nesta praia pode fazer mergulho com uso de equipamento. Aproveite também para fazer uma excursão noturna que o irá levar a uma das praias protegidas para ver as tartarugas a desovar.

Surf

Entre novembro e junho, os ventos sopram no Sal, fazendo desta ilha o destino preferencial para a prática de windsurf e kitesurf. Além de poder ver os praticantes desta modalidade, também pode ter lições introdutórias numa escola.

vista aérea de Santa Maria
vista aérea de Santa Maria créditos: Martikkk/CC BY-SA 3.0

Banhos de sal

Na cidade de Pedra Lume encontra uma cratera vulcânica repleta de “mar salgado”. Uma ótima oportunidade para tomar um banho relaxante e flutuar nestas águas.

Gastronomia

A comida de Cabo Verde é um dos motivos que atrai também os seus visitantes. Peixe fresco e marisco misturados com sabores africanos fazem as delícias dos turistas. Em Santa Maria procure pelo Chez Pastis, na Rua Amilcar Cabral, para provar a lagosta e a gastronomia da ilha. Convém reservar com antecedência, pois é um dos restaurantes mais concorridos e com poucas mesas. Não deixe também de provar a cachupa que encontra em vários restaurantes. A Lanchonette Angela mesmo em frente à Praia de Santa Maria é um deles.

Jardim botânico

Tendo em conta que o interior da Ilha do Sal é quase todo deserto, o Jardim Botânico é uma agradável surpresa. Faça um passeio entre palmeiras e diversas plantas, e visite o mini zoológico com burros, cabras, coelhos, patos e pavões.

Jardim Botânico
Jardim Botânico créditos: Facebook Jardim Botânico e Viveiro

Fique no primeiro hotel que nasceu na ilha

Gaspard Vynckier, industrial (um dos irmãos fundadores das fábricas Vynckier na Bélgica) e sua esposa, Marguerite Massart (a primeira mulher engenheira da Belgica) escolheram a Ilha do Sal para viver durante os meses de inverno, devido ao seu clima quente durante todo o ano. Nos anos 70 decidiram construir um hotel com 140 quartos que na altura praticamente hospedava as tripulações de companhias aéreas, onde se incluía a TAP.  Atualmente 150 empregados, incluindo 5 europeus, trabalham no hotel, sendo alguns deles netos dos primeiros colaboradores.

Aos sábados, tem direito a uma caipirinha de graça na "Noite Cabo-Verdiana" no restaurante do hotel, Les Palmiers, que também oferece música tradicional e espetáculos de dança. O hotel também realiza exposições de artesanato local e um buffet com as especialidades da ilha.

Cultura

Na Funaná Casa da Cultura, com 20 anos de existência, pode ter um “gostinho” da cultura cabo verdiana. Todos os fins de semana, a Casa de Cultura organiza noites de dança típicas de Cabo Verde. O local também tem um museu, que vale a pena visitar, e restaurante.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.