Os 18 distritos de Portugal foram avaliados junto de 14.998 pessoas residentes em Portugal, entre abril e setembro de 2018, segundo 12 fatores: Segurança, Limpeza, Qualidade do ar, Silêncio, Transportes Públicos, Lojas e Restaurantes, Espaços de Lazer, Estabelecimentos de Ensino, Espaços de Saúde, Custo de Vida em geral, Acessos e Estacionamento.

Viana do Castelo foi o distrito a receber a melhor avaliação nos critérios da qualidade do ar (4,19), acessos (4,03) e silêncio (3,96), tendo uma avaliação global de 4,02 pontos, numa escala de 1 a 5. Atrás de Viana, escolhidos como os melhores destinos do país para viver estão Vila Real (4,01 pontos), Viseu (3,94 pontos), Leiria (3,89 pontos) e Braga (3,87 pontos).

Contrariamente, os piores são Setúbal (3,73 pontos), Santarém (3,70 pontos), Portalegre (3,69 pontos), Bragança (3,66 pontos) e Beja (3,63 pontos)- o pior classificado de todos.

A região Norte foi, no geral, a melhor classificada enquanto o Alentejo se destacou pela negativa. Lisboa, Porto e Setúbal foram os distritos piores classificados a nível de segurança, contrariamente a Viseu, Vila Real e Castelo Branco que obtiveram as classificações mais altas nestas categorias.

O portal destaca que, no ranking, Lisboa ficou em 10º lugar com 3,78 pontos, tendo sido melhor avaliada a nível de acessos, segurança e estabelecimentos de ensino. As piores avaliações foram para o silêncio e estacionamento. O Porto situou-se em 6º lugar com 3,82 pontos, destacando-se pela positiva nos acessos, na segurança e nos estabelecimentos de ensino, enquanto teve pior pontuação nos espaços de lazer, no custo de vida e nos transportes públicos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.