A família e os amigos de Sophie Wilson, de 24 anos, estão a tentar, desesperadamente, conseguir £ 60.000 (quase 67 mil euros) para pagar um voo médico especializado para levar a jovem para casa, uma vez que a seguradora se recusou a cobrir os custos médicos.

A jovem de Shepshed, Leicestershire, estava há apenas uma semana naquela que seria a sua viagem de sonho de seis meses, quando mergulhou numa piscina em Pai, no norte da Tailândia, mas terá calculado mal a profundidade, segundo relata iNews.

Sophie acabou por ser resgatada por outro turista, que a tirou da piscina. Embora não tenha perdido a consciência, deixou de sentir o corpo, sentindo "apenas uma dor excruciante no pescoço".

Depois de ser transportada para um hospital local, acabou por ser enviada para o Hospital Chiangmai Ram. No entanto, o hospital privado recusou-se a operá-la até que a família garantisse o financiamento. A empresa de seguros de viagem, Insure and Go, recusou-se a cobrir as despesas médicas, já que o acidente ocorreu como resultado de "comportamento imprudente", segundo contou Sophie em entrevista à iNews.

Os pais de Sophie viajaram imediatamente para a Tailândia e, depois de várias cirurgias, Sophie está a recuperar e já consegue mexer um braço. No entanto, não é possível saber se vai voltar a andar. Os custos hospitalares já subiram para £ 36.000 ( cerca de 40 mil euros), mas a conta aumentará para mais de £ 60.000 (€ 66.683), já que a Sophie precisa de um voo médico especializado para voltar ao Reino Unido.

Foi criada uma página na plataforma GoFundMe para tentar arrecadar o valor necessário para pagar a assistência médica e o voo de volta ao Reino Unido.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.