O ranking avaliou 60 cidades e teve em conta diversos fatores, como o índice de criminalidade, segurança nas estradas, segurança digital e individual, entre outros.

As três cidades mais seguras são Tóquio, Singapura e Osaka.

Conheça as restantes cidades mais seguras do mundo de 2017, de acordo com Safe Cities Index 2017:

O relatório aponta também algumas mudanças em diversas cidades relativamente ao ranking de 2015. Por exemplo, Estocolmo que há dois anos surgia em 4º lugar, em 2017 ocupa o 8ª; Amesterdão desceu uma posição para sexto lugar; Zurique também desceu no ranking, caindo de 7º para 10º lugar e Nova Iorque registou uma grande queda, de 10º para 21º lugar.

Mas, por outro lado, há algumas subidas a registar, como Toronto (do 8º para o 4º lugar), Melbourne (9º para 5º) e Hong Kong (11º para 9º).

De entre as menos seguras, estão as cidades do Cairo, Caracas e Jacarta.

Nas conclusões do relatório pode ler-se que "De uma forma geral, o mundo está a tornar-se mais perigoso. Comparativamente com 2015, a maior parte das cidades desceu posições no ranking".

Este é um reflexo de uma série de fatores, mas o principal motivo é que, entre as cidades que constam do ranking, algumas já foram alvo de ataques terroristas frequentes e/ou graves, aponta o relatório.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.