A ansiedade e o stress são apontados como fatores que contribuem para a deterioração da saúde mental e qualidade de vida. A Zipjet conduziu um estudo para descobrir quais as "Cidades Menos Stressantes do Mundo" em 2017.

Para isso analisou dados macro relativos às próprias cidades, como poluição, finanças e cidadãos. Dentro destes, a análise avaliou critérios como o tráfego, densidade populacional, segurança, desemprego, poder de compra das famílias e saúde mental.

Foram igualmente tidos em conta fatores ambientais, como o número de espaços verdes públicos e a percentagem média de horas de sol nas cidades, por ano.

No final, o ranking listou 150 cidades, onde destaca as mais e menos stressantes.

De acordo com a análise realizada pela Zipjet, estas são as 10 cidades menos stressantes de 2017:

Estugarda, a capital e a maior cidade do estado de Baden-Württemberg, na Alemanha, conquistou o primeiro lugar do ranking e obteve as maiores pontuações em áreas como segurança, poder de compra das famílias, espaços verdes e igualdade de género.

Bagdad, no Iraque, foi considerada a mais stressante de todas, ocupando o último lugar.

Lisboa é a única cidade portuguesa do ranking e surge em 67º lugar.

Pode consultar o ranking na íntegra, aqui.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.