"Significa o nascimento de uma civilização na qual reina uma harmonia entre os seres", explicou numa conferência de imprensa o primeiro-ministro Shinzo Abe.  "A primavera chega após o duro inverno, este nome pretende destacar o princípio de um período que transborda esperança", completou.

O especialista em literatura japonesa Ryan Shaldjian Morrison, da Universidade de Nagoya, propõe como tradução mais apropriada "venerável harmonia", apontando que o caractere "rei" pode ter outros significados como "ordem" ou "bem/belo/agradável".

O termo procede de uma antologia de poemas japoneses chamada "Manyoshu", que tem 1.200 anos. "É a primeira vez que se usa um termo procedente de textos japoneses e não chineses", afirmou o chefe de Governo, que é considerado um nacionalista.

O nome desta era, cujo anúncio é um acontecimento histórico por si só para os japoneses, é resultado de uma reflexão de vários meses entre especialistas, personalidades de diversas origens e líderes políticos.

"É um nome magnífico", afirmou ao canal público NHK o vencedor do Nobel de Medicina Shinya Yamanaka, que integrou o comitê de nove personalidades.

O anúncio aconteceu este domingo, quando o secretário-geral e o porta-voz do governo, Yoshihide Suga, exibiu para as câmaras um documento marcado com os kanjis (ideogramas) escolhidos caligrafados.

Akihito, imperador emérito

O anúncio do nome de uma nova era é um acontecimento enorme no Japão, pois é acompanhado por edições especiais de jornais, espetáculos de caligrafias e festas populares.

O espetacular processo de floração das cerejeiras no Japão deixa qualquer um feliz
O espetacular processo de floração das cerejeiras no Japão deixa qualquer um feliz
Ver artigo

Este foi o segundo anúncio de nome de uma era realizado desta maneira. O anterior aconteceu em 8 de janeiro de 1989, após a morte do imperador Hirohito (também chamado imperador Showa, nome dado a sua era).

O nome Reiwa, a 248ª era, marcará o reinado de Naruhito, 126º imperador, que começará a 1 de maio, um dia depois de seu pai, Akihito, abdicar do trono, o que dará fim à era Heisei ("a paz prevalece em todas as partes"), que começou em janeiro de 1989.

O decreto que define o nome da nova era está assinado pelo imperador Akihito, que passará a ser chamado de imperador emérito quando começar a era "Reiwa", informou a Agência da Casa Imperial.

O nome de uma era obedece regras rígidas: deve estar composto apenas por dois "kanjis", ser fácil de ler e escrever, e não deve utilizar nomes comuns nem o primeiro caractere de nenhuma das últimas quatro eras: Heisei, Showa, Taisho e Meiji.

Impressão de calendários

Para evitar fugas de informação, o painel responsável pela escolha do nome permaneceu trancado numa sala especial do gabinete do primeiro-ministro e os telefones foram confiscados.

Nesta segunda-feira foram ouvidas, numa última etapa, as opiniões dos presidentes e vice-presidentes das duas Câmaras do Parlamento, antes da decisão final de um conselho extraordinário de ministros.

Descubra 22 dos locais mais bonitos do Japão numa fascinante viagem fotográfica
Descubra 22 dos locais mais bonitos do Japão numa fascinante viagem fotográfica
Ver artigo

Esta foi a segunda vez na história que o governo decidiu o nome da era, um facto que ilustra o espírito da Constituição de 1947, na qual tudo que envolve a Casa Imperial e o imperador é determinado pelo governo e o monarca tem apenas o papel de "símbolo do Estado e de unidade do povo".

Os canais de TV exibiram programas especiais e os jornais prepararam edições extras dedicadas ao acontecimento histórico.

Akihito, 85 anos, deixará o trono quase três anos depois de ter anunciado a intenção de deixar a função em vida, em agosto de 2016. É a primeira abdicação de um imperador japonês em dois séculos.

A lei sobre a Casa Imperial, um texto revisado em 1947, não prevê a abdicação e apenas a morte do imperador abre o caminho para a sucessão.

Neste caso foi redigida uma legislação excepcional para permitir a abdicação de Akihito e o governo decidiu que o nome da era seria anunciado um mês antes, em uma tentativa de satisfazer a todos.

Logo após o anúncio do novo nome, os fabricantes de calendários começaram a imprimir novas edições com o termo "Reiwa", que se iniciam a 1 de maio de 2019.

Reiwa: o nome da nova era imperial no Japão
Calendários da nova era imperial são verificados numa fábrica em Ibaraki créditos: AFP

Fonte: AFP

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.