A maioria dos portugueses em geral, assim como quase todos os europeus, terminaram as suas férias e, quando se regressa a casa, gosta-se de compartilhar a experiência que se viveu com os seus amigos e familiares, que demonstram interesse em saber como foram os dias de descanso, sendo as perguntas mais frequentes sobre os hotéis, as excursões e a comida. Mas há uma que se destaca e que é: as pessoas de lá como são?

Segundo pode comprovar o motor de busca de voos e hotéis Jetcost, Portugal está referenciado pelos turistas europeus como um dos países onde a população é uma das mais hospitaleiras da Europa. Assim o pensa 70% dos turistas. Por outro lado, a França é o país onde o mesmo sentimento está no lado oposto.

A equipa da Jetcost fez uma sondagem como parte de um estudo sobre as experiências dos europeus durante as suas férias. O estudo foi efetuado num universo de 3.500 pessoas com mais de 18 anos de idade e que estiveram de férias, pelo menos duas vezes, nos últimos três anos  noutro país da Europa.

Aos entrevistados foi perguntado qual a opinião sobre os habitantes do país onde estiveram de férias, se foram agradáveis, desagradáveis ou nenhuma das duas.

Os países considerados pelos entrevistados mais agradáveis com os turistas, foram:

1. Holanda - 73%
2. Portugal - 70%
3. Espanha - 69%
4. Itália - 67%
5. Suécia - 64%
6. República da Irlanda - 62%
7. Grécia - 56%

Ao tentar ser um pouco mais específico, a todos os que responderam que Portugal lhes tinha parecido um país hospitaleiro perguntou-se quais as características dos seus habitantes que os tinham levado a pensar assim, tendo sido as respostas mais comuns:

1. Foram muito hospitaleiros e amáveis - 48%.
2. Tentaram sempre conversar comigo - 36%.
3. Tentaram ensinar-me os próprios costumes - 28%.
4. Tinham sempre um sorriso e e bem humorados - 24%.
5. Quiseram que provasse os seus pratos típicos - 15%.

hospitaleiro

Os países europeus mais desagradáveis ou hostis para os turistas europeus são:

1. França - 47%
2. Hungria - 43%
3. Suíça - 37%
4. Finlândia - 35%
5. Alemanha - 31%
6. Roménia - 30%
7. Rússia - 28%

As principais razões pelas quais os turistas pensaram que os habitantes locais não eram hospitaleiros foram, "não tentaram falar comigo" (28%) ou "não tentaram entender-me" (17%).

Quanto aos turistas portugueses na Europa (dos 500 entrevistados), 66% disseram que quando viajam para o estrangeiro de férias gostam de fazer amizade com os habitantes locais, embora a grande maioria (72%) afirme que prefere falar antes com um compatriota do que com um nativo. Apenas 16% dos entrevistados disseram preferir não se juntar a outros portugueses.

O nosso maior problema ainda são os idiomas, pois apenas 30% dos portugueses se esforçaram para falar com os nativos (empregados em geral no comércio, no hotel, nos meios de transportes...), no seu idioma nativo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.