Após Rosey Blair ter partilhado no Twitter, dia 03 de julho, a história que testemunhou de um casal que se apaixonou durante o seu voo da cidade de Nova Iorque para Dallas, Estados Unidos da América, vários casais decidiram partilhar as suas histórias de amor que também começaram durante viagens de avião.

De forma resumida, Blair e o namorado, Houston, perguntaram no avião a uma senhora, identificada como Helen, se não se importava de trocar de lugar para que pudessem ficar juntos. Helen não se importou e acabou por ficar ao lado de um homem encantador chamado Euan Holden.

Durante o voo, Blair foi relatando no Twitter a evolução da relação entre Helen e Euan Holden, cujo “clique” deu-se, aparentemente, antes de trocarem números quando saíram do avião.

história acabou por ser publicada no site Travel and Leisure  e inspirou outros casais a partilharem também as suas histórias de amor que tiveram início durante uma viagem de avião.

“Eu e o meu noivo conhecemo-nos durante um voo. Estávamos a voar para D.C… Alguém perguntou-lhe onde era a sua última paragem e ele respondeu “Pittsburgh”. Então… naturalmente interrompi a conversa deles e disse “eu sou de lá!!” Penso sempre se alguma vez nos teríamos conhecido, caso não lhe tivessem perguntado para onde ia.”, partilha Gabriella DeLuca, no Twitter.

“Finalmente estava sentada ao lado de um rapaz giro quando uma senhora perguntou se não me importava de trocar de lugar com ela para ela poder sentar-se ao lado da filha. Só falamos durante um minuto que foi o suficiente para #apanharvoosesentimentos (#catchflyingsandfeelings). Acabamos no mesmo #autocarroFlyaway (#flyawaybus). Felizmente estamos casados há nove anos.”, escreve Erin Gann na mesma rede.

E as adoráveis histórias de amor não ficaram por aqui.

“Conheci a minha linda futura esposa Becs num avião LHR-DEN há 10 anos.”, partilhou Warwick Goodall, mostrando que ambos guardam o bilhete de avião como lembrança.

“O meu primo conheceu a esposa no bar de um aeroporto. Perdeu o voo, propositadamente, para continuar a falar com ela. O amor no aeroporto é real.”, partilhou Shannon Health.

“Há 20 anos sentei-me no lugar errado… resultado, 17 anos de casamento, dois filhos e um cão.”, escreveu Angela.

“Os meus pais conheceram-se num avião! A minha mãe estava a ir à casa-de-banho quando começou turbulência, então o meu pai disse-lhe para se sentar ao seu lado. Conversaram durante todo o voo. O meu pai reparou no logo do trabalho da minha mãe no seu relógio e telefonou para todas as lojas do grupo até encontrar onde ela trabalhava. Já passaram 30 anos”, acrescentou Gail.

Se está a procura da sua alma gémea, talvez seja melhor apagar as aplicações de encontros e reservar um voo para algum lugar. Mesmo que não encontre o amor, terá uma boa viagem.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.