Após a exposição dedicada a Van Gogh, a nova exposição digital "Monet, Renoir e Chagall: Journeys Around the Mediterranean" destacará o vínculo entre a criatividade artística e as margens do Mediterrâneo, como os principais centros do movimento modernista.

A exposição mergulhará os visitantes nas obras primas de vinte artistas, incluindo Renoir, Monet, Pissarro, Matisse, Signac, Derain, Vlaminck, Dufy e Chagall, entre outros.

Estes artistas viam Van Gogh como um génio da pintura que, depois de partir de Paris, usava a cor pura como o seu principal meio de expressão. Na década de 1880, o Mediterrâneo atraiu muitos artistas: abandonando Paris e as regiões do norte, afluíram às margens do sul, entre Collioure e Saint-Tropez. Foi nesta altura que desenvolveram uma nova abordagem para a representação da luz e da cor.

A exposição digital mostrará como as suas personalidades artísticas foram destacadas por estas paisagens marítimas e como o modernismo pictórico foi inventado.

Em sete sequências com duração de quarenta minutos, os visitantes serão levados de um movimento artístico para outro: do impressionismo, com Monet e Renoir, ao pontilhismo, com Signac e Cross, e o fauvismo, com Camion, Derain, Vlaminck e Marquet e, é claro, Matisse.

Mais de 500 obras, que fazem parte de coleções espalhadas pelo mundo inteiro, vão encher o Atelier des Lumières com as suas cores vivas e destacarão as variações nas obras destes grandes artistas nas margens do Mediterrâneo.

A exposição vai decorrer de 28 de fevereiro de 2020 a 3 de janeiro de 2021, no Atelier des Lumières, Paris.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.