O projecto vencedor da Exploração Nomad x momondo de 2018, da autoria de Carla Mota e Rui Pinto, autores do blogue Viajar entre Viagens, será dedicado à descoberta da região da Insulíndia, e inclui os territórios da Indonésia e Papua Nova Guiné.

O projecto chama-se 4 Elementos e pretende partir à descoberta do mundo através dos 4 elementos: ar, água, fogo e ar. 4 elementos é um projecto pessoal de investigação dos bloggers que incide sobre a descoberta do arquipélago das ilhas Celebes, Sonda, Sumatra, Papua, Java e Molucas. Uma abordagem geográfica e histórica da sociedade, cultura, natureza e sustentabilidade ambiental de 4 aspectos de interesse relevante. Cada um dos elementos, Terra, Ar, Fogo e Água pretende abordar uma temática pertinente, ousada e culturalmente desconhecida, vista pelo olhar atento de uma geógrafa e de um físico, ambos com currículo na área da investigação. O arquipélago da Insulíndia será o campo de trabalho desta viagem de descoberta.

CARLA MOTA

É doutorada em Geografia Física pela Universidade de Coimbra e especializada em Geomorfologia Glaciar e Alterações Climáticas. A sua vida reparte-se entre a parte profissional, ligada ao ensino e à investigação, e a parte pessoal, ligada à paixão pelas viagens. É na qualidade de geógrafa na área das alterações climáticas que pretende levar a cabo este projecto.

RUI PINTO

É licenciado em Física pela Universidade de Porto. O seu gosto pelas viagens está ligado à necessidade de conhecer novas paisagens e culturas, algo que busca incessantemente tal como busca a origem do Universo. É com esse ardor e dedicação que entra neste projecto.

A viagem do projecto tem cinco objectivos

1. Criar uma história alusiva a cada um dos 4 elementos com base na investigação no terreno
2. Criar um vídeo alusivo a cada um dos 4 elementos
3. Viver uma semana em cada uma das comunidades alusivas aos 4 elementos
4. Criar uma exposição de fotografias, em que as 4 paredes de uma sala funcionem como parte da Terra, sendo que cada uma das paredes será dedicada às histórias de cada um dos elementos.
5. Partilhar com o público, através da imagem, do vídeo e das palavras, a força das culturas milenares.

O que se propõem a fazer os autores do blogue?

1. FOGO

Situado no Anel de Fogo do Pacífico, a Insulíndia é uma das regiões vulcânicas mais activas do mundo. Território privilegiado para descer às entranhas da terra e perceber como vivem homem e natureza nesta comunhão tão difícil. Pretendem viver com as comunidades mineiras de Kawah Ijen, testemunhando as lutas diárias na ilha de Java.

2. AR

O que acontece às pessoas quando morrem? Onde estão os nossos mortos? Subirão as suas almas para os céus? As almas vagueiam pelo ar? Na região de Tana Toraja, na ilha de Sulawesi, há resposta para estas questões. Os mortos ficam em casa e vivem com as famílias como se de entes vivos se tratassem. Uma perspectiva da vida e da morte que colide com a visão cristã da “paz à sua alma”. Uma realidade que merece ser conhecida, compreendida e partilhada com o mundo. Irão privar durante uma semana na casa destas famílias.

3. TERRA

Terra de especiarias. Terras que vêem crescer as especiarias que temperam as terras de outras terras. Há séculos que as Molucas temperam as comidas, os ânimos e a cultura um pouco por todo o mundo. Desde que os portugueses descobriram a noz-moscada e o cravinho da Índia que as Molucas se tornaram apetecíveis, e holandeses, espanhóis e várias reinos tribais gladiaram-se pela terra que tempera as terras. É em busca dessas gentes, dessas tradições e dessa terra que rumarão.

4. ÁGUA

Encravada entre dois continentes e dois países, a Papua é a ilha mais oriental da Ásia e a passagem natural para a Oceânia. A água é a fonte de vida da ilha. Desde as chuvas, aos mares e às gotas que escorrem pela densa vegetação, a água é sinónimo de prosperidade. Esquecida por dois mundos, as densas florestas equatoriais permitiram a preservação de tribos que vivem ao ritmo das águas da chuva de forma ancestral. Pretendem viver com as comunidades tribais da Papua, testemunhando as suas vitórias diárias e aprendendo de que forma a sustentabilidade ambiental é determinante para o futuro do nosso planeta.

O projecto levará estes dois investigadores ao terreno a partir de Julho de 2019 e com o valor da bolsa contam fazer formação na área do video, fotografia e suportar alguns dos custos da viagem.

Bolsa de Exploração Nomad x momondo

A bolsa de exploração esteve ao alcance de todos os finalistas dos Open World Awards. Para tal era necessário realizar um projecto de viagem. O prémio é patrocinado pela agência de viagens aventura Nomad e pela momondo no valor de €4.000. O projecto vencedor foi seleccionado por um painel de jurados.

O casal Carla e Rui já tem sido notícia várias vezes na área das viagens já que já venceram a FITUR 2018 como o blogue que melhor promove o Turismo Sustentável na maior feira de turismo da Europa. Destacou-se também ainda este mês lançando o livro "Próximo Destino - Viagens de Sonho à medida da sua carteira". Para além contam com vários prémios e viagens de representação de Portugal, como por exemplo na Índia no Kerala Blog Express em 2017.

Para saber mais sobre as suas viagens espreite o blogue ou siga-os no FacebookYoutube ou no Instagram.  

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.