"Todas as setas apontam na direção certa", disse o governador, citando o progresso feito com a vacinação e o declínio nas taxas de infecção e hospitalizações por COVID-19 em todo o estado para o nível mais baixo desde novembro passado.

“A partir do dia 19 de maio, a maioria das restrições por capacidade vão acabar”, principalmente em “lojas, cinemas, restaurantes, museus”, que hoje oscilam entre 33% e 75% da sua capacidade normal, anunciou na passada segunda-feira, dia 03 de maio, o governador durante uma conferência de imprensa.

No entanto, a sua capacidade de recepção continuará a ser limitada pelo espaço disponível, pois a diretiva federal de distanciamento social de aproximadamente 2 metros entre os clientes continuará em vigor. O governador não especificou como as autoridades verificar se as regras estão a ser cumpridas.

Os encontros ao ar livre agora poderão chegar a 500 pessoas, contra as 200 autorizadas anteriormente, e até 250 pessoas em encontros em locais fechados, contra as 100 permitidas anteriormente, de acordo com um comunicado de imprensa.

Os estádios desportivos ainda terão uma capacidade limitada a 33%, exceto para os espectadores que podem apresentar o certificado de vacinação ou um teste recente de PCR negativo, disse Cuomo.

Quanto ao metro, passarão a funcionar 24 horas por dia a partir do dia 17 de maio.

No início de maio de 2020, quando Nova Iorque estava no epicentro da pandemia, foi forçada, pela primeira vez desde 1904, a estabelecer uma pausa no cronograma - primeiro da 01h00 às 05h00 e depois das 02h00 até 04:00- para permitir a desinfecção dos vagões.

"A revitalização económica da cidade depende de um forte transporte público e a sua operação 24 horas é uma parte essencial", disse Patrick Foye, presidente da Autoridade de Transporte de Nova Iorque, MTA, observando que o uso da máscara e a desinfecção rigorosa continuarão a ser efetivos.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.