O MoMA, em Nova Iorque, fechou ao público a 15 de junho para passar por renovação milionária - de cerca de450 milhões de dólares - e expansão. Agora, está quase pronto para abrir as portas ao público, novamente, a 21 de outubro, com mais espaço, uma nova cobertura e um restaurante renovado. Também haverá mais luz natural no museu.

O novo projeto expandiu num terço o espaço, no total de 15.329 metros quadrados de espaço na galeria, incluindo a nova ala David Geffen, e foi projetado para permitir que o museu exponha cerca de 2.400 obras por ano, contra a média atual de 1.500.

O espaço expandido inclui o The Studio, que apresentará programação ao vivo e performances que “reagirão, questionarão e desafiarão as histórias da arte moderna e o momento cultural atual”. No interior, haverá vários andares diferentes, incluindo galerias ao nível da rua, que serão gratuitas e abertas ao público, num esforço para levar arte a mais pessoas.

Pela primeira vez, as obras serão apresentadas por temática, e não pela época em que foram criadas.  Quando o museu reabrir, exibirá arte de diferentes disciplinas, como pinturas, esculturas, arquitetura, design, cinema e muito mais. Também existirão galerias que oferecem obras de artistas de origens mais diversas do que as representadas anteriormente no MoMA. Uma seleção da arte também será alternada na galeria a cada seis a nove meses, para reconhecer “que não existe uma história única ou completa da arte moderna e contemporânea”. As principais obras, como "Water Lilies", de Claude Monet, e "Les Demoiselles d'Avignon", de Pablo Picasso ficarão em exibição de forma permanente.

O museu também irá abrir mais cedo - às 10h - e vai permanecer aberto até as 21h na primeira quinta-feira de cada mês.

O MoMA, que se mudou para seu atual endereço em 1939, passou por obras de renovação em 1950, 1962, 1980 e 2001 para absorver o crescimento da coleção e o aumento do número de visitantes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.