Funcionários do Museu Celta e Romano da localidade de Manching, na região da Baviera (sul), descobriram que a "vitrine estava quebrada" e que todas as moedas de ouro haviam sido roubadas, relatou a polícia.

Embora não haja detalhes sobre as circunstâncias da ocorrência, as autoridades locais disseram que houve interrupção dos serviços de telefonia e de Internet.

"Cortaram toda a localidade de Manching", disse o autarca, Herbert Nerb, ao veículo Sueddeutsche Zeitung.

"O museu é, na verdade, um local de alta segurança, mas todas as conexões com a polícia foram cortadas", explicou Nerb.

A coleção de 450 moedas de ouro é um dos destaques do museu. Descobertas em 1999, as moedas datam "de cerca de 100 anos antes de Cristo" e valem "vários milhões de euros", segundo a polícia.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.