O Tai Kwun - Centre for Heritage and Arts (Centro de património cultural e artes) abriu na sexta-feira passada (25 de maio).

Com uma abrangência de 16 edifícios históricos e espaços ao ar livre, numa área de 13.600 m2, no centro de negócios de Hong Kong, o Tai Kwun abriga três monumentos: a antiga Esquadra Central, a Magistratura Central e a Prisão Militar Victoria. A Esquadra Central da cidade testemunhou mais de 170 anos da história de Hong Kong.

O projeto é liderado pelo Jockey Club de Hong Kong, em parceria com o Governo de Hong Kong, e a revitalização envolveu a conservação dos edifícios históricos e a inclusão de dois novos edifícios, o JC Contemporary, uma galeria de arte contemporânea, e o JC Cube, um auditório de artes cénicas, exibições de filmes e eventos educativos.

Com base no aconselhamento de especialistas de Hong Kong e internacionais, além da contribuição da comunidade, o Clube demorou 10 anos a executar o plano de património cultural com o objetivo de conservar o local histórico. Prédio por prédio, sala por sala, o complexo foi devolvido à sua antiga glória com muita atenção aos detalhes.

O chefe do executivo de Hong Kong, Carrie Lam, que defendia o projeto há já uma década, afirmou: "As pessoas podem agora contentar-se com a grandeza do presente recebido: o complexo da Esquadra Central, após mais de uma década de dedicação, paciência e perseverança por parte do Clube e dos muitos especialistas e trabalhadores envolvidos".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Viagens. Semanalmente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.