Lyubov Morekhodovatakes tem 79 anos e mora sozinha nas margens do famoso lago Baikal, no interior da Sibéria, na Rússia, e patina todos os dias com patins que possui desde criança, segundo relata a agência de notícias Reuters. O seu pai, Nikolai Morekhodov, fez os patins com uma serra e pedaços de madeira quando Lyubov ainda era uma criança, durante a Segunda Guerra Mundial. O gosto pela patinagem é também uma herança do pai, que foi patinador e campeão olímpico russo.

A família de Lyubov morava ao lado do lago e era natural as crianças irem de patins para a escola em vez de caminhar na neve espessa. A mulher, que durante toda a vida trabalhou numa fábrica de máquinas pesadas, agora mora sozinha - os filhos vivem a mais de 300km e o marido faleceu em 2010 - e mantém uma casa simples com várias vacas.

"Preciso dos patins para fazer recados e para me divertir. Para patinar ou procurar as minhas vacas. Posso patinar no gelo de um lado para o outro. Caminhar na neve é difícil", explicou Lyubov à Reuters. Lyubov também costuma patinar ao longo de 16 quilómetros para visitar os seus amigos que vivem numa vila vizinha.

O mundo inteiro no seu email!

Subscreva a newsletter do SAPO Viagens.

Viaje sem sair do lugar.

Ative as notificações do SAPO Viagens.

Todas as viagens, sem falhar uma estação.

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOviagens nas suas publicações.